domingo, 30 de julho de 2017

RAPOSA APARECE MORTA NO LARGO DA FEIRA.

  
       Uma raposa apareceu esta manhã morta, estranhamente na placa central do Largo Capitão Gaspar de Castro, sem sinais visíveis de ter sido atropelada na estrada que atravessa o Largo ou abatida por arma de fogo. Na última semana um animal desta espécie terá sido avistado no Jardim da Casa do Paço, presumindo-se que teria esconderijo por perto, muito provavelmente num silvado existente numa propriedade privada situada ao fundo da rua de Santa Eulália, no Lugar da Agra. Se assim for, é provável haver filhotes órfãos dado tratar-e de uma jovem fêmea com habitat localizado nos arredores, eventualmente em busca de alimento para as crias. 

   

Foto: doLethes
Remígio Costa

sábado, 29 de julho de 2017

ÁGUA-ARRIBA E PIROGA NO CENÁRIO ROMÂNICO DA VILA DE PONTE DE LIMA.

    
       Esperava ver o barco água-arriba "LANHEZES"  fundeado com a piroga monóxila no espelho de água formado a jusante da ponte romana da vila de Ponte de Lima, mas com a vela quadrangular redonda içada no mastro grande. Sem dúvida que a presença algo insólita de uma embarcação que já não navega naquelas paragens há várias décadas, teria um impacto mais chamativo para os numerosos turistas que passeiam ao longo da marginal. É provável que ainda hoje o timoneiro (e construtor) da réplica oficializada, o nosso conterrâneo Caninhas, proceda ao içamento da grande vela e venha a surpreender muitos forasteiros no decorrer de todo o fim de semana, principalmente amanhã, dia de domingo.






   Para chegar ao areal da margem esquerda do Lima, passei pela Avenida dos Plátanos. Cheguei a pensar se tinham principiado as famosas e castiças "Feiras Novas" as quais (ainda que recentemente passassem a realizar-se mais cedo no calendário) só terão lugar lá para o princípio de setembro, segundo penso. A minha surpresa resultou do número de tendas e barracas já montadas e a quantidade de gente que ali circulava a falar em várias línguas. É sempre assim, dirão quem mais vezes frequenta a Vila "mais antiga de Portugal" e eu juraria que também é a mais bela e cortejada entre as mais elogiadas da sua estirpe.



   Acompanhem-me nesta breve e curta deambulação pela frente ribeirinha da cativante "menina" minhota de gema, Ponte de Lima.



















Foto: doLethes
Remígio Costa 

PINTAS (MAIS) COLORIDAS EM JORGETINTAS


         Nova loja abriu hoje as portas ao público no Largo Capitão Gaspar de Castro (Largo da Feira), em Lanheses, com espaço no edifício da antiga Casa do Povo, dedicada ao comércio de artigos de uso corrente e para profissionais, especialmente votada para a venda de tintas, ferramentas, parafusos, chaves e brocas, vernizes, sprays, utensílios para jardinagem e pequena lavoura, corta-relvas, enfim, uma gama muito variada e completa de úteis ofertas de excelente qualidade para os mais diversos fins.


        A iniciativa é de JORGE Humberto da Costa BRITO, um Lanhesense conhecido pela sua capacidade de trabalho e conduta social, atualmente ligado ao União Desportiva de Lanheses (UDL) na qualidade de participante da atual direção vindo da cessante, depois de ter envergado a camisola como atleta em diferentes escalões durante alguns anos. 

        O novo estabelecimento vem preencher uma lacuna existente no ramo indo de encontro às reais exigências do meio sem colidir com interesses terceiros pela inovação das suas ofertas. 



       O dia 29 de julho é especial para mim. Hoje, tenho ainda maior motivação para festejar e felicitar o meu estimado sobrinho e afilhado Jorge Humberto (nome que eu escolhi), desejando-lhe o maior êxito futuro para o seu "recomeço" de  vida que desejo longa e profícua.



       Cerca das 11:00 horas de hoje haverá especial receção aos primeiros visitantes da novo loja do Largo da Feira.



Fotos: doLethes
Remígio Costa 

sexta-feira, 28 de julho de 2017

BARCO ÁGUA-ARRIBA "LANHEZES" TRÊS DIAS DE ATRAÇÃ EM PONTE DE LIMA.



        A réplica oficializada da antiga embarcação típica do rio Lima, o barco de vela quadrangular redonda batizado com o nome de  "LANHEZES", foi esta manhã transportado num TIR para a vila de Ponte de Lima, onde deverá permanecer pelo menos no próximo fim de semana no estuário entre as pontes romana e nova da S.rª da Guia, como atração turística. Para o mesmo fim, seguiu também um protótipo de uma piroga monóxila antiga, uma cópia das que foram resgatadas ao rio em Lanheses por descoberta de Francisco Pinto Agra datadas de 23oo a 2500 anos aC. cuja reconstituição se deve ao conhecido artista artesanal Caninhas, como frequentemente tem vindo a ser divulgado aqui no doLethes desde o seu lançamento no Lima.

     Além do Caninhas e pessoal encarregado do transporte, ajudaram na operação os conterrâneos Doro e David.




Foto: doLethes
Remígio Costa

quinta-feira, 27 de julho de 2017

DO LAR DA CASA PALHARES À CAPELA DE SÃO JOÃO, AGORA É RUA CHÃO.

         


       Está a decorrer o alargamento do acesso entre a entrada da Casa Palhares, na Granja, com passagem pelas moradias João Castro e de José Costa,  até à capela de São João, no Sobral. O atual percurso, além de sinuoso e bastante irregular é muito estreito em alguns pontos (apenas com alguma perícia um automóvel poderia ali transitar) pelo que os numerosos utilizadores que o caminho serve têm agora acesso facilitado às respetivas habitações.



Fotos: doLethes
Remígio Costa

DO NORTE, A PRAIA NORTE.


         Esta manhã passei pela Praia Norte para estar (de novo) perto do mar. Estava fora, maré baixa, a linha branca das ondas mansas a enrolar novelos de espuma  entre o forte do rego das fontes até ao molhe no lado oposto. Gaivotas mas não numerosas e barulhentas nos penedos escuros da enseada do forte em ruína  e menos banhistas no tapete da areia encostado ao (novo) paredão. Aqui, ponta a norte, piso novo ainda não polido, ciclistas e turistas a circular nos dois sentidos, ou sentados no rebordo do muro, calados, só  aparentemente alheados a respirar iodo e sal que vem do mar e dos raios de sol na posição das onze horas o calor a apertar.

    É a norte que a obra ainda mais mexe. Edifícios com andaimes por acabar, máquinas, operários, materiais espalhados a esmo. Entretanto, passeantes transitam no passeio aberto junto ao paredão, mas o novo aparcamento de viaturas que fica junto à via rodoviária da Escola Superior de Tecnologia e Gestão, aparentemente concluído permanece por abrir.

   Talvez depois d'Agonia venha na Praia norte nova Romaria.










 Fotos: doLethes
Remígio Costa                                           

terça-feira, 25 de julho de 2017

Apresentação da Exposição "Rostos de um Novo Norte" | 2 de AGOSTO | 18h00 | Centro Cultural de Viana do Castelo



[CONVITE] Apresentação da Exposição "Rostos de um Novo Norte" | 2 de AGOSTO | 18h00 | Centro Cultural de Viana do Castelo


          

 
   

2.AGOSTO.2017  Centro Cultural de Viana do Castelo
Apresentação da Exposição Rostos do Novo Norte


A CCDR-N, enquanto Autoridade de Gestão do "ON.2 - O Novo Norte" (Programa Operacional Regional do Norte 2007/2013), promove, em parceria com Câmara Municipal de Viana do Castelo, a 2 de agosto, pelas 18h00, no Centro Cultural de Viana do Castelo, a inauguração da exposição itinerante "O Norte somos nós - Rostos de um Novo Norte".

A exposição destaca-se de uma campanha de comunicação que marca o encerramento de um ciclo comunitário responsável pela aplicação de um envelope financeiro muito significativo na Região, no contexto dos fundos da União Europeia e do QREN.

Tendo presente o bom desempenho dos responsáveis pelos investimentos efetuados e a importância dos seus beneficiários, que juntos conduzirão a Região para um patamar mais competitivo, a exposição reúne uma amostra de testemunhos dos cerca de 3.500 beneficiários do ON.2 e é concebida com uma forte presença de espelhos de modo a que os visitantes se sintam parte do universo de pessoas apoiadas pelos fundos europeus.

















































FESTIVAL MÚSICA À SUA PORTA | FESTIVAL DE MÚSICA CLÁSSICA DE VIANA DO CASTELO | 1 a 3 de agosto 2017 | 22H


FESTIVAL MÚSICA À SUA PORTA | FESTIVAL DE MÚSICA CLÁSSICA DE VIANA DO CASTELO | 1 a 3 de agosto 2017 | 22H



segunda-feira, 24 de julho de 2017

Vianenses Cláudio Ornelas e Miguel Castro deixaram bons indicadores, em Famalicão

DESFECHO INGLÓRIO PARA CLÁUDIO ORNELAS E MIGUEL CASTRO, EM FAMALICÃO
 

   
      Não terminou como o esperado o Rali de Famalicão 2017 para a dupla de Viana do CasteloCláudio Ornelas / Miguel Castro. Depois de mostrar um bom desempenho e um andamento rápido ao longo de toda a primeira etapa, uma avaria mecânica no Mitsubishi Lancer Evo III da equipa colocou um ponto final na participação da dupla nesta prova. O primeiro dia de rali, composto por 3 classificativas e uma super especial com dupla passagem,foi bastante positivo para as cores da Encontro Team. Procurando testar o estado de funcionamento do carro após as várias melhorias feitas para esta prova, a dupla Ornelas / Castro adotou um ritmo forte logo desde o início e rapidamente percebia que teria no Mitsubishi um bom aliado na busca pelos objetivos traçados.
A segunda classificativa deu continuação ao ritmo imposto na abertura do rali colocando a duplaàs portas do “top 10” da classificação geral (entre os 82 concorrentes admitidos à partida) e seria dentro dos mesmos moldes que Cláudio Ornelas entrava para a derradeira prova especial de classificação do dia, antes da super especial, na qual uma vez mais a equipa privilegiou o espetáculo brindando o público com algumas derrapagens mais pronunciadas.
 

  Ao final da etapa, Cláudio Ornelas ocupava o 13º lugar da classificação geral sendo o 2º
classificado entre os 4x4 do Troféu CIN.
A segunda etapa era composta por mais 3 classificativas, bastante mais técnicas e exigentes mas
para a dupla, o ritmo adotado teria de ser de ataque. Porém, na penúltima classificativa do rali
a transmissão do Mitsubishi cedia ao esforço exigido e o abandono viria a ser inevitável.
“Acabamos por ficar frustrados com esta desistência. Julgo que as duas ultimas classificativas
eram mais ao jeito do nosso carro e iríamos tentar subir algo mais na classificação geral”
aponta Cláudio Ornelas.
“Estava a ser um rali muito positivo para nós, estávamos a aprender bastante com este carro
que por seu lado estava a portar-se de forma irrepreensível. Infelizmente não foi possível
continuar e saímos de Famalicão com um nulo de pontos para o Troféu CIN”, afirma o piloto.




Apesar do abandono, Cláudio Ornelas mantém a liderança na Divisão X3-13 (para carros de 4 rodas motrizes), uma vez que os seus principais adversários também não somaram pontos:
“Queremos desde já enviar um forte abraço à nossa dupla adversária, o Jacinto Torres e o Nuno Carvalhosa, também eles azarados neste rali, e com os quais travámos uma interessante luta com escassos segundos de diferença entre  ambos ao longo de todo o rali até ao momentodo abandono.
Queremos também agradecer aos nossos patrocinadores e a todo o público que nos aplaudiu,bem como a todo o staff da Torres Competições pelo excelente trabalho feito”, conclui CláudioOrnelas.
 

 Encontro Team terá agora cerca de 1 mês para recolocar o Mitsubishi operacional a fim deestar à partida do próximo rali, em Mesão Frio.

(Fotos e texto de cortesia)

MOMENTO ALTO DA ROMARIA: PASSO A PASSO, A P R O C I S S Ã O.


    
ANTES:
                             14:30 horas . No adro.

   
.         Apresentação da Banda de São Martinho da Gandra








                           MORDOMAS PREPARADAS





                   ENTRADA DA FANFARRA DOS BOMBEIROS V. PONTE DA BARCA





                                                FIGURANTE

                                                       MORDOMAS














                                           
                        FAMÍLIA E "ANJINHOS" FIGURANTES
                                        INICIADOS MORDOMOS

                                                   AGUARDANDO....



                                              JOVENS MORDOMAS







                                                        ROMEIROS





                                           PAIS PARTICIPAM COM OS FILHOS

                                  OLHAR PROFISSIONAL


            
             15:50 HORAS - SAI A PROCISSÃO








































  IMPRESCINDÍVEL NA FIGURAÇÃO DOS QUADROS.









SAÍDA DA IGREJA  DO ANDOR DO SENHOR DO CRUZEIRO E DAS NECESSIDADES


















                                           JUÍZES DA FESTA



                                                         O PÁLIO

                                                 ENTIDADES




               A BANDA ACOMPANHANTE NA PROCISSÃO


                     DEVOTOS ACOMPANHANTES



                                         FECHO DO SÉQUITO
                                                     
                                           Saber de experiência feito    










                                                 NO  REGRESSO












































         16:45 - DEPOIS - DESPEDIDA DA CHARANGA










 18:00 horas: CORTEJO DE TABULEIROS













































18:3O HORAS -ATÉ AO ANO...

FOTOS: doLETHES
Remígio Costa