quarta-feira, 28 de junho de 2017

REUNIÃO COM O PRESIDENTE DA CÂMARA PARA RESPONDER A DÚVIDAS SOBRE A ZONA INDUSTRIAL, EM LANHESES, VIANA DO CASTELO:

    

             José Maria Costa, na apresentação do Projeto do Parque Empresarial de Lanheses (Viana do Castelo).


     O presidente do Município de Viana do Castelo, José Maria Costa, respondeu ontem, terça-feira, 27 de junho em sessão extraordinária que decorreu pelas 19:30 horas no Auditório Gabriel Gonçalves, na sede da Junta de Freguesia de Lanheses, a dúvidas sobre questões relevantes suscitadas por moradores relacionadas com a ocupação do espaço e laboração do Parque industrial localizado na freguesia, levadas ao conhecimento dos responsáveis locais com vista à obtenção de sclarecimentos que pudessem elucidar e tranquilizar a população envolvida.  

     
      Tendo-se feito acompanhar do vereador da Urbanização, Luís Nobre, e recorrendo a imagens projetadas em PowerPoint , José Maria Costa, começou por apresentar a planta geral do projeto, tratando cada um dos equipamentos já construídos na especialidade, fazendo referência aos trabalhos de regularização de terrenos em curso, e aos limites aprovados da área do Parque dentro dos quais eles estão a decorrer. Na circunstância foi garantido que a Zona do atual Plano constante do PDM não será aumentada e que os terrenos agora indevidamente ocupados com a remoção de terras ainda não regularizados estão a ser objeto de negociação com os respetivos proprietários. Mais esclareceu que por exigências funcionais da empresa Enercon houve que proceder ao nivelamento da cota dos terrenos envolventes. Aludiu, ainda, à formação de uma barreira arborizada do lado nascente com fins de resguardo de poluição sonora e de luminosidade noturna, admitindo haver intenção de alargar, a norte, a área do Parque se a expansão for indispensável.

      Na sequência de perguntas e sugestões vindas do público presente, foram denunciados os problemas relacionados com a admissão de trabalhadores e dos entraves com que se deparam os interessados na apresentação das candidaturas, queixando-se de que não obtêm quaisquer respostas aos pedidos feitos nem lhes é facilitado contactar diretamente com os gestores das fábricas. Foi também sugerido que fosse dado aos residentes direito de preferência na admissão, sendo ainda tratado com a devida ênfase os efeitos nefastos da poluição proveniente da laboração fabril. Numa visão mais abrangente e a título de compensação pelos maus efeitos que incidem sobre a agricultura e na saúde dos habitantes, foi sugerido que fosse criado a título de reparação económica um pacto social com direitos garantidos aos cidadãos, sugestão que o autarca aceitou ponderar.


       Filipe Rocha, presidente da Junta de Lanheses, no uso da palavra

       
     José Maria Costa admitiu haver possibilidades de uma grande empresa de componentes automóveis vir a optar por produzir em Lanheses em detrimento da Galiza, que prevê poder vir a admitir uma centena de engenheiros, dadas as condições mais vantajosas quanto a encargos com o pessoal que em Portugal lhe são concedidas. A Enercon deverá crescer ainda mais para satisfazer o mercado internacional com pás eólicas de topo.


      Respondendo a uma questão posta sobre a criação de uma piscina, o líder da autarquia vianense aproveitou para informar que, em virtude de ter sido abandonada a construção do parque desportivo ali previsto no PDM, por força da opção e do investimento até agora feito no atual campo de jogos, estaria em vista em substituição a criação de um pequeno parque de lazer no mesmo local para crianças e adultos, acrescentando que o investimento num equipamento daquele tipo seria demasiado dispendioso dificilmente rentável concedendo, porém, a possibilidade de vir a ser dotado o Agrupamento Escolar com um tanque de aprendizagem de natação. 

      Entre outros assuntos da atualidade lanhesense foi questionado o reduzido apetrechamento do Parque Verde, cada vez mais procurado, e confirmada a aquisição por parte da Câmara Municipal da Casa da Barrosa, cujo aproveitamento ainda não está definido.

      Como era protocolar e imperioso, Filipe Rocha, presidente da Junta de Freguesia de Lanheses, na sua breve intervenção não deixou de apontar e reforçar as preocupações antes emitidas sobre os problemas que derivam da existência da Zona Industrial e das medidas que apoia e gostaria de ver implementadas, para a execução das quais conta com a anuência do Executivo do Município de Viana do Castelo.

     

                     Auditório Gabriel Gonçalves praticamente lotado




Fotos: doLethes
Remígio Costa

terça-feira, 27 de junho de 2017

INAUGURAÇÃO DA NOVA SEDE SOCIAL DO UD LANHESES.



     Prevista no plano das novas instalações desportivas no seu estádio, o União Desportiva de Lanheses (UDL) vai inaugurar na próxima sexta-feira, dia 30 de junho, pelas 19:30 horas, naquele equipamento, o espaço da sua primeira sede social construída de raiz do seu já longo percurso de atividade desportiva.

  O Clube convida os seus sócios, praticantes e os orientadores, amigos e simpatizantes, bem como o público em geral, a associarem-se ao regozijo que representa para todos a criação de um espaço de encontro e convívio que dignifica e enobrece o Clube e a terra que representa.

Remígio Costa
   

JANTAR DE HOMENAGEM AO PRESIDENTE CESSANTE DO UD LANHESES, JOSÉ PEREIRA DE CASTRO.



                                      JOSÉ PEREIRA DE CASTRO

                       No fim de longa e brilhante carreira dedicada ao futebol, quer na qualidade de atleta dotado quer como ativo e empreendedor dirigente desportivo, o ainda presidente do União Desportiva de Lanheses (UDL), JOSÉ PEREIRA DE CASTRO, Zé Preira, no tratamento informal, irá ser homenageado durante um jantar que vai realizar-se na próxima sexta-feira, dia 30 de junho, pelas 20:00 horas (ver cartaz abaixo inserido, p.f.), a que irão aderir (principalmente) os sócios e simpatizantes do clube da freguesia de Lanheses, e muitos dos amigos que soube merecer pela afabilidade, lisura, dedicação e competência, e também cativante simpatia, demonstradas ao longo dos anos de exercício das suas funções.

                 O Zé Preira, em fim de mandato por ter decidido colocar um ponto final na vida desportiva, liderou direções do UDL cuja ação resultou no acordo com o proprietário para regularização de parte do terreno do estádio, na colocação do magnifico relvado sintético e melhoria da eletrificação, na criação de amplo parque de estacionamento, no empenho determinante no alargamento da rua do Estádio a cargo da Junta de Freguesia, e na construção de novos equipamentos desportivos em toda a extensão da lateral nascente, recentemente inaugurados. 
Estas melhorias ocorreram (maioritariamente) durante os mandatos à frente da Autarquia de Viana do Castelo do engenheiro José Maria Costa, com quem José Pereira mantinha um relacionamento mútuo de boa convivência institucional, bem como com os vereadores Víctor Lemos e Luís Nobre, entre outros.

      Naqueles mandatos, o UD Lanheses manteve-se na primeira divisão distrital sendo uma das formações mais notáveis e combativas, com troféus vencidos.

     Como gestor do doLethes, quero deixar aqui o meu reconhecimento pelo modo sempre amistoso como o blogue foi, por ele e pelos elementos que o acompanharam, aceite e tratado. Como Amigo pessoal ser-lhe-à reafirmado com sentido abraço no jantar da devida homenagem que, apropriadamente, lhe será prestada.

Foto de União Desportiva de Lanheses. 
                
Foto:doLethes
Remígio Costa 


segunda-feira, 26 de junho de 2017

27 junho | Museu Artes Decorativas | 18H00 - Inauguração da exposição "Um realismo cosmopolita: Uma exposição em torno do grupo KWY" em Viana do Castelo

27 junho | Museu Artes Decorativas | 18H00 - Inauguração da exposição "Um realismo cosmopolita: Uma exposição em torno do grupo KWY" em Viana do Castelo


























O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Presidente do Conselho de Administração da Fundação de Serralves convidam para a inauguração da exposição “Um realismo cosmopolita: Uma exposição em torno do grupo KWY”, que decorrerá pelas 18h00 do próximo dia 27 de junho no Museu de Artes Decorativas de Viana do Castelo.

Será servido um welcome drink.
A exposição estará patente ao público até ao dia 03 de setembro de 2017.


Produção: Fundação de Serralves — Museu de Arte Contemporânea, Porto

Da coleÇÃo de serralves
em VIANA DO CASTELO

Um realismo cosmopolita
Uma exposição em torno do grupo KWY

DE 27 MAI
ATÉ 03 SET
Museu de Artes Decorativas



















































PRAÇA DO CAVAQUINHO | 2 DE JULHO DE 2017 | Praça da República (Viana do Castelo)

PRAÇA DO CAVAQUINHO | 2 DE JULHO DE 2017 | Praça da República (Viana do Castelo)

sábado, 24 de junho de 2017

FESTIVAL DAS MARCHAS NO SÃO-JOÃOZINHO DO SOBRAL






Num Lugar daqui pertinho
São João tem capelinha;
numa tasquinha bom vinho,
broa e bela sardinha.

Bem temperada de sal
passadinha na braseira
sai à moda do Sobral
uma fêvera "à maneira".

Por fim, o verde caldinho
com torinha temperada;
a língua dá estalinho
a ceia está terminada!

E, por que não um docinho
na banca da dona Paula;
é sorriso de menino
para consolo da alma. 

Entraram na festa as marchas
perante o gáudio geral,
vivas de cor e giraças,
no vestir original.

Geraz do Lima apresenta
jovem escola de danças
marcando bem a presença
com a arte das crianças.

A seguir entrou na cena
um conjunto muito novo
Do folclore fez o tema
grato à Casa do Povo. 

Amigos de São João
no trajar muito antigos
garantem a tradição
anos e anos seguidos.

Riba Lima Social,
Obra que Lanheses tem
Espantou, sensacional,  
por ter agradado bem. 

Já com a lua subida
no céu d'estrelas formado
regressou para a dormida
a casa o povo agradado.

    
                  
                  E quem em casa ficou
                  porque não foi motivado
                  perdeu mais do que lucrou
                  se vir o fotografado.
                  
        REGISTO FOTOGRÁFICO DO EVENTO























































































Fotos: doLethes
Remígio Costa