quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

PRE-VISÕES FISCAIS doLETHES PARA O ANO DE 2015.


 Rio Lima - Dezembro de 2014


NÃO HAVERÁ NUVENS EM 2015

Se foi mau teu Ano Velho
O Novo será pior;
Se te livrares do Coelho
Será desastre maior.

                O rapaz de tudo percebe,
                Até de meteorologia.
                E nuvens no céu não teme
                (já disso deu garantia)
                No ano que se aproxima.

                            Todos sabem que (não) mente
                            (mente, do verbo mentir)
                            Quando faz afirmações.
                            Vamos ter daqui p'ra frente
                            (que belo será o porvir!)
                            Céu azul e sem trovões.

                                      Não usa palavras tortas
                                      Nem tem bola de cristal
                                      Com a cabeça do Portas
                                      Nada pode correr mal. 

                                                Quero crer que as nuvens não teremos
                                                Sem imposto que a Lagarde fixar.
                                                E, quanto à Ângela Merkel veremos
                                                Se a ver submarinos quer ficar…

                                                Graças ao fiável otimismo
                                                Que tão veras palavras nos dão
                                                Em 2015 embrulharemos o destino
                                                Na sageza desta reles previsão.



Quando amanhã a aurora romper
Com 2015 exausto do réveillon
Terás já os impostos sempre a crescer
Da luz, combustíveis e da poluição.

E pagarás sem pestanejar nos supermercados
Cada saquinho de plástico a oito cêntimos;
Imposto verde, dizem os depravados
Pois dos maduros não faltam exemplos.

                                                                       

                                                                        Tenha um bom ano, esqueça,
                                                                         que a vida passa depressa.


31 de Dezembro de 2014
Remígio Costa.


                          Crespúsculo a ocidente do rio Lima





 Largo Capitão Gaspar de Castro, 31 de Dezembro de 2014 - 15:00h (TMG)








 Fotos: doLethes
Texto: Remígio Costa


EMPOSSADOS OS ÓRGÃOS SOCIAIS DA CASA DO POVO DE LAMHESES (Viana do Castelo)

                 

                          Manuel Loureiro, presidente eleito.


                  Cumpridas todas as formalidades processuais do calendário  eleitoral para os órgãos sociais da Casa do Povo de Lanheses para o mandato de 2015/2017, foram ontem, segunda feira, 30 de Dezembro, pelas 21:00h, empossados os componentes da única lista que se submeteu ao sufrágio, tendo como primeiro subscritor o dr. Manuel Ribeiro M. Loureiro, o qual vinha a desempenhar interinamente as funções de presidente em substituição de Paulo Rogério Dantas Rio que deixou o lugar, a seu pedido, por razões de saúde.

                  A constituição dos órgãos agora eleitos é a seguinte:

                 
                           Elementos presentes dos novos órgãos diretivos

        Leitura da ata da sessão da posse, por Manuel Loureiro, presidente em exercício.


                                                             DIREÇÃO

                                 Presidente - Manuel Ribeiro M. Loureiro
                                 Vice presidente - José António M. Carvalhido
                                   "           "         - Eduarda Carvalho Costa
                                 Vogal - Nelson Ricardo C.F. Miranda
                                     "    - Bruno Miguel Amorim Rodrigues
                                 Secretário - Sónia Cristina Oliveira e Silva
                                 Tesoureiro - Vera Maria Costa Marinho


             
                                         José Carvalhido

                                                                   Nelson Miranda  
                 

 ´                                                     Bruno Rodrigues

                                                          Sónia Cristina Silva


                                         Vera Marinho


                                               ASSEMBLEIA GERAL

                                 Presidente - Irailda M. O Rocha Sousa
                                 Secrretário - Sónia I. Saragoça Franco
                                 Secretário - Luís Miguel Castro e Silva



                                         Irailda Rocha Sousa                                               

                                               CONSELHO FISCAL

                                Presidente - Manuel Catulino Rodrigues Mendes
                                Secretário - José Carlos P. Pereira Rio
                                      "        - Jorge Araújo Gonçalves.

                                                        Catulino Mendes


                                                           José Carlos Rios 

                                                                  Jorge Gonçalves

NOTA: Não compareceram à posse três elementos das listas: Eduarda Carvalho Costa (Direção); Sónia I. Saragoça Franco e Luís Miguel Castro e Silva (AG), por motivos de ordem particular.

Fotos doLethes
Texto: Remígio Costa 


                                       

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

O ANO DA MORTE DAS PALMEIRAS.

                 

                           Largo Capitão Gaspar de Castro (também antiga)



             O agente destruidor já entrou em Portugal vindo do Egito através da Espanha em 2007, mas é no ano prestes a findar que a sua ação malévola da palmeira das canárias mais se fez sentir, a tal ponto que é já reduzido número das que, aparentemente, não apresentam sintomas de estarem contaminadas pelo escaravelho vermelho (Rhynchophorus ferrugineus).


                   




                                  AGRA - Eram duas ficou uma (até ver)



            Esta árvore de origem asiática que se estendeu a quase todo o mundo é muito popular em países mediterrânicos sendo muito procurada em Portugal como planta ornamental de jardins públicos e privados. Quem muito contribuiu para a sua expansão no nosso país terão sido os emigrantes brasileiros que as não se dispensavam de as erguer nos jardins das casas apalaças que mandaram construir.


   Agra - Esta e a companheira do lado que não aparece na foto. Albergue de pardais.

                  Na nossa freguesia são escassas as moradias novas onde não haja um ou dois exemplares destas palmeira a prrencher o espaço ajardinado que normalmente existe na entrada principal. Não valorizo por aí além a opção de quem as possui porque a minha preferência dou-a ás árvores autóctones que as temos muitas e ótimas não só para embelezar, mas, também, como produtoras de frutos e flores belíssimas.Todavia, gosto imenso de ouvir a algaraviada dos pardais ao crepúsculo da tarde entre os seus ramos a disputarem o local onde passarão a noite.

                        Agra - Avenida rio Lima

                 Abordei aqui no doLethes o facto de estarem a desaparecer a um ritmo progressivo muito acentuado, vitimadas pelo escaravelho vermelho, as palmeiras existentes nesta localidade. Referi-me a uma das mais conhecidas pelos lanhesenses, por muito antiga e pelo local onde cresceu e durou mais de uma centena de anos, a do adro da igreja paroquial , por detrás da capela mor. Já lá não se encontra e no local ficou para já apenas o buraco recente donde foi arrancada.

                         Outeiro - Já tinha muitos anos.

                 Dei pela freguesia uma volta e nos lugares que percorri havia algumas palmeiras aparentemente ainda não atingidas. Todavia, não eram menos as que apresentava indícios de estarem irremediavelmente condenadas a desaparecer. Outras, já teriam sido abatidas.

                 Bem pode afirmar-se que 2014 ficará como o ano da morte das palmeiras.


                          Largo da Corredoura

                 

                    Peitilha - Duas a abater.


                           Lugar da Igreja


                      Estrada da Igreja: Eram duas, ficaram assim,

 Aqui crescia a mais de um século a mais antiga: a do adro da Igreja  de Lanheses. 

Texto e fotos: doLethes.

TEATRO AMADOR, EM LANHESES (Viana do Castelo).


 DIVULGAÇÃO







 T.A.L. – Teatro Amador de Lanheses
apresenta
Encontros na noite de Natal

No próximo fim de semana, no Auditório Gabriel Gonçalves da sede da Junta de Freguesia, estreia a peça de teatro intitulada “Encontros na noite de Natal”, interpretada pelo grupo de Teatro Amador de Lanheses.
A primeira sessão terá lugar no sábado, dia 3, pelas 21h30 e a segunda no domingo, dia 4, pelas 17h.
Os bilhetes devem ser reservados na sede da Junta de Freguesia, durante o horário de funcionamento em vigor na quadra festiva, ou no estabelecimento Mobilar, junto de Iraílda Sousa.

domingo, 28 de dezembro de 2014

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.







AF Viana do Castelo
Primeira Divisão
2014.12.28
Em Arcos de Valdevez

                                      

                         
Atlético dos Arcos,   3   - 
                                                                                                                               UD LANHESES,  0



JORNADA 132014-12-28
Monção 1-0 ValencianoSugerir Video
SC Courense 2-3 Vitorino de PiãesSugerir Video
Melgacense 2-2 ADC CorrelhãSugerir Video
Atl. Arcos 3-0 UD LanhesesSugerir Video
GD Moreira do Lima 2-3 Neves FCSugerir Video
Perre 2-3 Ponte da BarcaSugerir Video
AD Campos 1-3 ARC PaçôSugerir Video
Castelense 1-0 Vila FriaSugerir Video



PJVEDGMGSDG
1Neves FC30139313211+21
2Atl. Arcos28138412510+15
3Ponte da Barca27138322313+10
4Subiu 3 posições Monção23137241814+4
5Desceu 1 posições SC Courense22136432619+7
6Desceu 1 posições ADC Correlhã22126422215+7
7Desceu 1 posições Valenciano21135622015+5
8Vitorino de Piães201362523230
9ARC Paçô18135352224-2
10UD Lanheses17145271823-5
11Subiu 1 posições Castelense15124351412+2
12Desceu 1 posições Melgacense15144371724-7
13Vila Fria10133191827-9
14Perre9132381429-15
15AD Campos7131481124-13
16GD Moreira do Lima41311111333-20