sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

ACTIVIDADE DESPORTIVA DO UDLANHESES - Cartaz.

        No próximo domingo o UDLanheses vai jogar ao campo do Moreira do Lima, depois de ter derrotado no último fim de semana no seu próprio terreno, o GDC de Paredes de Coura. Teoricamente,  esta curta deslocação é menos difícil do que a anterior já que a equipa da freguesia vizinha de Ponte de Lima ocupa na tabela geral o 14º posto, com apenas 7 pontos, em risco de passar para baixo da linha de água.

        Por outro lado os lanhesenses, animados pelo triunfo em Paredes de Coura, desejarão manter o clima favorável criado por esta vitória e somar em Moreira pontos que lhe permitam ascender aos lugares de honra da classificação, onde contam actualmente 18 pontos e ocupam o 12º lugar, podendo, em caso de vitória igualar pontualmente as equipas de Ponte da Barca e de Campos, as quais se deslocam a Monção e às Neves, respectivamente, campos onde os donos da casa não costumam ceder muitos pontos.

       

       Alez, UD LANHESES!


JORNADA 182014-02-02
GD Moreira do Lima 02/02  15:00 UD Lanheses
 
Cerveira 02/02  15:00 Atl. Arcos
 
Monção 02/02  15:00 Ponte da Barca
 
Vila Fria 02/02  15:00 Castelense
 
Darquense 02/02  15:00 ADC Correlhã
 
Neves FC 02/02  15:00 AD Campos
 
Bertiandos 02/02  15:00 Vitorino de Piães
 
Melgacense 02/02  15:00 SC Courense
 


quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

O LIMA FAZ O SEU TRABALHO, OS HOMENS NÃO!

          


           A chuva cedeu espaço ao Sol, e este afastou, por agora, com os seus raios brilhantes e calorosos, o manto cinzento que vem cobrindo persistentemente as águas torrentosas do rio e a paisagem que o envolve, dando aso a um breve passeio a pé junto à sua margem direita  em busca de algum retempero do espírito e do corpo. Ainda há poucos dias ali estivera, no sítio da Passagem onde mora o água-arriba "Lanhezes", mas o dia tempestuoso e com chuva intensa que fazia não facilitava a obtenção do registo fotográfico que, nesse dia, pretendia obter e hoje pude concretizar.


           O tema da erosão da margem do Rio Lima entre o termo da Avenida com o nome do rio e a ponte de Lanheses, já por várias vezes foi abordado aqui no Dolethes mostrando-se por imagens e justificando-se no texto que as acompanhou o desgaste a que vem sendo sujeito aquele espaço numa extensão de cerca de 300 metros, aproximando-se actualmente o caudal do caminho rural das moitas que passa nos testeiros das leiras da veiga. Como então se divulgou, o projecto que prevê para o local a construção de um cais para as embarcações de pesca artesanal, de recreio e prática desportiva e requalificação para uma  zona de lazer, foi aprovado e votada a verba para a sua construção no valor de 240 000 euros. Porém, decorridos que estão dois anos, não é caso para se dizer que continua tudo na mesma porque, entretanto, a situação agravou-se  na medida em que o rio avançou na  intenção de levar até à foz em Viana a areia que vai retirando da escassa margem que resta e, do plano anunciado em tempo de eleições, "nem resposta nem mandado" como é de uso dizer o povo para estas bandas quando um assunto fica por esclarecer por tempo a mais.

 

            Ao que julgo dentro das acções previstas para a zona marítima na costa entre Moledo e Esposende, foi divulgado recentemente nos jornais o início de trabalhos que importarão em  3,300 milhões de euros tranche de uma verba de fundos comunitários no montante total de 92 000 M€, para aplicar na preservação e defesa da costa portuguesa, os quais vão ser gastos em  obras em Vila Praia de Âncora, Chafé, Castelo do Neiva e Esposende. Não restam dúvidas de que aqueles melhoramentos são necessários e urgentes justificando a prioridade e os gastos elevados que acarretam. Porém, esta que se reclama para Lanheses há muito tempo é, também ela, justificada pelas consequências irreversíveis dos danos que a  demora na execução não deixará de causar a muito curto prazo e, também, porque tem o processo concluído e legalmente formalizado.

O Lima faz, naturalmente, o seu trabalho; os homens, às vezes, também...         


               

           



          

terça-feira, 28 de janeiro de 2014

SE CAMÕES FOSSE VIVO...

  

"Canalhíadas"
  





                  I
As sarnas de barões todos inchados
Eleitos pela plebe lusitana
Que agora se encontram instalados
Fazendo o que lhes dá na real gana
Nos seus poleiros bem engalanados,
Mais do que permite a decência humana,
Olvidam-se do quanto proclamaram
Em campanhas com que nos enganaram!

                 II

E também as jogadas habilidosas
Daqueles tais que foram dilatando
Contas bancárias ignominiosas,
Do Minho ao Algarve tudo devastando,
Guardam para si as coisas valiosas
Desprezam quem de fome vai chorando!
Gritando levarei, se tiver arte,
Esta falta de vergonha a toda a parte!

                   III

Falem da crise grega todo o ano!
E das aflições que à Europa deram;
Calem-se aqueles que por engano
Votaram no refugo que elegeram!
Que a mim mete-me nojo o peito ufano
De crápulas que só enriqueceram
Com a prática de trafulhice tanta
Que andarem à solta só me espanta.

                   IV

E vós, ninfas do Coura onde eu nado
Por quem sempre senti carinho ardente
Não me deixeis agora abandonado
E concedei engenho à minha mente,
De modo a que possa, convosco ao lado,
Desmascarar de forma eloquente
Aqueles que já têm no seu gene
A besta horrível do poder perene!


Luíz Vaz Sem Tostões








(DE AUTOR DESCONHECIDO)

 


segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

MELHOR DESTINO EUROPEU 2014.

     www.europeanbestdestinations.org
Está a decorrer on-line uma  votação para eleger o MELHOR DESTINO EUROPEU 2014:

(www.europeanbestdestinations.org) 


.  O processo da escolha do destino consiste na sinalização através de um click numa das cidades ou locais mencionados no sítio. Só é possível votar uma vez no mesmo computador.

Em Portugal podemos votar em Lisboa, Porto e Madeira. É uma pena não fazer parte da lista VIANA DO CASTELO, a "pobre" mais linda de Portugal. 

Não podendo votar na "minha cidade" legítima a escolha recaiu na "outra", a que deu o nome a Portugal: PORTO.




Porto - European Best Destinations - Copyright Matthieu Cadiou European Best Destinations
Vote !

domingo, 26 de janeiro de 2014

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.

AF Viana do Castelo.
Primeira Divisão
2014.01.26
                                 

                     Confirmada em Paredes de Coura a recuperação da economia pontual da equipa.

                                            SC Courense, 1 - UD LANHESES, 2


JORNADA 172014-01-26
Ponte da Barca ADI Cerveira

SC Courense 1-2 UD Lanheses

Atl. Arcos 4-1 GD Moreira do Lima

Castelense 1-3 Monção

ADC Correlhã 2-0 Vila Fria

AD Campos 5-2 Darquense

Vitorino de Piães 3-2 Neves FC

Melgacense 2-1 Bertiandos




PJVEDGMGSDG
1Cerveira39151230376+31
2Atl. Arcos361710613415+19
3Subiu 2 posições Vitorino de Piães30179353427+7
4Desceu 1 posições Castelense30179352624+2
5Subiu 3 posições ADC Correlhã28168442814+14
6Subiu 1 posições Monção281791726260
7Desceu 3 posições Neves FC27167632411+13
8Desceu 2 posições Vila Fria26168262122-1
9SC Courense25176742017+3
10Subiu 1 posições AD Campos211663721210
11Desceu 1 posições Ponte da Barca21155642318+5
12UD Lanheses18164662724+3
13Melgacense17165292034-14
14GD Moreira do Lima71721141146-35
15Bertiandos61713131644-28
16Darquense51712142241-19

ADMISSÃO DE PESSOAL NA OBRA SOCIAL RIBA LIMA.

   


 Foi hoje tornado público a abertura de concurso de admissão de pessoal para preenchimento de lugares na Obra Social Riba Lima, em funciamento na freguesia de Lanheses, concelho de Viana do Castelo,  o qual está aberto a partir de amanhã, segunda-feira 27 de Janeiro até ao dia 7 do próximo mês de Fevereiro. O concurso visa dotar aquela Instituição de assistência social de meios humanos para pôr em funcionamento, já no corrente ano, mais duas " novas respostas de apoio social para pessoas idosas", o Centro de Dia e Serviços de Apoio Domiciliário, que virão juntar-se às duas valências em funcionamento desde o ano transacto: a Creche e a "Casa Palhares", esta vocacionada para o acolhimento de pessoas idosas.

 O pessoal a admitir deverá possuir competências e habilitações específicas adequadas às funções segundo a especialidade a que concorre, sendo preferência em igualdade de posição a residência em Lanheses, Vila Mou ou São Salvador da Torre.

Os interessados deverão apresentar as suas candidaturas na sede da Obra Social sita na Estrada da Igreja, nº 468, em Lanheses, no período das 9:30h às 13:00h e das 14:00h às 19:30h, de segunda a sexta-feira, onde também poderão colher  informações pormenorizadas relacionadas com o concurso, designadamente no que respeita aos comprovativos das aptidões exigidas. 

sábado, 25 de janeiro de 2014

JÁ FUI "JANEIRADO"!

        


              Desde há algumas semanas que uma rusga composta por pessoas de ambos os sexos e diferentes idades percorre os todos os lugares desta freguesia a cantar de porta em porta "as Janeiras", cumprindo uma tradição que se perde na poeira do tempo e se repete quase sem interrupção todos os anos na quadra natalícia e no mês de Janeiro até que a volta esteja concluída.

             Quase sempre o propósito que move os promotores deste tipo de iniciativas é angariação de fundos com vista à concretização de um projecto de interesse público como é o caso desta que visa juntar fundos que ajudem a concluir a Obra Social Riba Lima, que se encontra em adiantado estado de conclusão, no que diz respeito ao corpo do edifício, onde irão funcionar as valências para que foi criado: creche, centro de dia, prestação de serviços a idosos e apoio domiciliário, encontrando-se já algumas delas em funcionamento. 


               Umas vezes mais outras nem tanto, o saldo será sempre animador para quem arrosta, a cantar,  com as dificuldades de vencer as agruras do tempo nesta quadra, enfrentando a chuva, o frio e (a parte mais sofrida, dizem eles) a incompreensão e os comentários menos simpáticos que sempre os há, vindos principalmente daqueles que menos dispostos estão em contribuir, nem que um sorriso apenas estivessem disposto a oferecer a quem trabalha (apenas) por causas e não em seu próprio proveito.



                 Esta tarde coube a mim a vez de ser "janeirado". Subindo a calçada da Travessa da Agra, vindo do Lugar de Lamas, o grupo (pouco numeroso) surgiu na curva apertada do caminho ao toque da concertina, dos ferrinhos, da caixa  e do reco-reco, sendo recebido ao portão pelo casal da casa, que os aguardava à entrada. Tivemos direito a duas actuações, "viva lá, senhora...", etc., entretanto, lá entreguei o meu contributo ao elemento encarregado das contas que o anotou no livrinho próprio, ao mesmo tempo que outra componente e nossa conhecida e amiga, como todos os demais, certamente, se "atirava" à patroa "fazendo-se" ao chouriço ou aos galináceos , com o sucesso esperado em relação ao bicho "penoso", já que no que respeita ao primeiro não há coisa já que se veja porque leva o "Coelho" o porco e deixa para nós a salsicha....

                A "malta" manifestava-se satisfeita pela forma como estavam a ser recebidos no Lugar da Agra, partindo logo a seguir para outra porta na expectativa de verem compensado todo o seu empenho e cumprir com sucesso o seu louvável acto em prol da nossa comunidade.


       

            E até para o ano, se Deus quiser.

        

SEIS MINUTOS COM Ennio Marchetto Theatre Clips.

sexta-feira, 24 de janeiro de 2014

ACTIVIDADE DESPORTIVA DO UDLANHESES - Cartaz


Luís Pipa História(s) do Piano II



História(s) do Piano II "Aquém e Além do Romantismo" Luís Pipa e convidados
De novembro 2013 a junho de 2014



Luís Pipa partilha o palco com alguns dos seus discípulos, pianistas premiados da nova geração, numa série de oito recitais cujo foco principal é o grande repertório romântico. Num ciclo que se inicia com um recital a quatro mãos e termina com outro a dois pianos, passarão alguns dos maiores vultos do romantismo tais como Schubert, Mendelssohn, Schumann, Chopin, Liszt, Brahms, Tchaikovsky, a par de outros que abriram caminhos importantes como Mozart e Beethoven, ou que mantiveram o espírito romântico mergulhando no século XX e nas suas linguagens, como Scriabin, Rachmaninov, Lutoslavski e Crumb. Enquadrando as obras a ouvir, Luís Pipa executará ele próprio algumas peças apropriadas a cada uma das ocasiões, antes de ceder o palco aos seus jovens colegas.
O terceiro deste ciclo de recitais terá lugar  no próximo sábado, dia 25 de Janeiro de 2014, pelas 21.45 horas, no Eventos Café, junto ao Teatro Sá de Miranda, em Viana do Castelo.

Para este concerto é convidado o premiado pianista Giosué de Vincenti.

25 de Janeiro de 2014
21.45 horas
Local: Eventos Café (junto ao Teatro Municipal Sá de Miranda
 
Giosué de Vincenti  (piano)

Lizst, Scriabin, Schumann
Preço dos bilhetes 5 Euros

 






 



 




 


 


FALECIMENTO.




                   MARIA DO CARMO DOS SANTOS CALDAS, (Mia do Caldas), com 82 anos de idade, viúva, com domicílio no Largo da Corredoura desta freguesia, faleceu hoje, sexta-feira dia 24 de Janeiro, por motivo de doença.

            O funeral desta nossa conterrânea vai realizar-se amanhã, sábado dia 25 de Janeiro, pelas 10:00,  saindo o corpo em cortejo fúnebre da residência acima referida com o número de porta 122 onde se encontra exposto em câmara ardente para a Igreja Paroquial onde decorrerão as exèquias fúnebres, findas as quais irá a sepultar no cemitério desta freguesia.

           À família da extinta nomeadamente à sua filha, genro e netos apresento em nome pessoal e da minha família sentidas condolências.

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

ANTÓNIO FELICIANO DE CASTILHO (1800-1875) - Recordando uma composição popular do poeta.



                                                              OS TREZE ANOS
( Cantilena)

Já tenho treze anos, / Que os fiz por Janeiro:
Madrinha, casai-me, / Com Pedro gaiteiro.

Já sou mulherzinha; / Já trago sombreiro;
Já bailo ao domingo / Co’as mais no terreiro.

Já não sou Anita, / Como era primeiro,
Sou a senhora Ana, / Que mora no outeiro.

Nos serões já canto, / Nas feiras já feiro,
Já não me dá beijos / Qualquer passageiro.

Quando levo as patas, / E as deito ao ribeiro,
Olho tudo à roda / De cima do outeiro,

E só se não vejo / Ninguém pelo arneiro,
Me banho co’as patas / Ao pé do salgueiro.

Miro-me nas águas / Rostinho trigueiro,
Que mata d’amores / A muito vaqueiro.

Miro-me olhos pretos / E um riso fagueiro,
Que diz a cantiga / Que são cativeiro.

Em tudo, madrinha, / Já por derradeiro
Me vejo mui outra / Da que era primeiro.

O meu gibão largo / D’arminho e cordeiro
Já o dei à neta / Do Brás cabaneiro,

Dizendo-lhe – Toma / Gibão domingueiro,
D’ilhoses de prata, / D’arminho e cordeiro.

A mim já me aperta, / E a ti te é laceiro;
Tu brincas co’as outras, / E eu danço em terreiro.

Já sou mulherzinha, / Já trago sombreiro;
Já tenho treze anos, / Que os fiz por Janeiro.

Já não sou Anita, / Sou a Ana do outeiro;
Madrinha, casai-me, / Com Pedro gaiteiro.

Não quero o sargento, / Que é muito guerreiro,
De barbas mui feras, / E olhar sobranceiro.

O mineiro é velho; / Não quero o mineiro:
Mais valem treze anos / Que todo o dinheiro.

Tão pouco me agrado / Do pobre moleiro,
Que vive na azenha / Como um prisioneiro.

Marido pretendo / De humor galhofeiro,
Que viva por festas, / Que brilhe em terreiro.

Que em ele assomando / Co’o tamborileiro,
Logo se alvorote / O lugar inteiro.

Que todos acorram / Por vê-lo primeiro;
E todas perguntem / Se ainda é solteiro.

E eu sempre com ele, / Romeira e romeiro,
Vivendo de bodas, / Bailando ao pandeiro.

Ai, vida de gostos! / Ai céu verdadeiro!
Ai Páscoa florida, / Que dura ano inteiro!

Da parte, madrinha, / De Deus vos requeiro;
                              Casai-me hoje mesmo / Com Pedro Gaiteiro

domingo, 19 de janeiro de 2014

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.


AF Viana do Castelo
Primeira Divisão
Campo 15 de Agosto, Lanheses
18.01.14
                                  
                               INJUSTIÇA EVITADA AO CAIR DO PANO


                   UD LANHESES, 2 - Atlético dos Arcos de Valdevez, 2



                    

                         Perder este jogo era muito injusto para os locais que evitaram a derrota com um golo obtido aos 87' de jogo, depois de os visitantes terem estado por cima do resultado aos 80', quando o marcador estava em 1-1.

                         O UD Lanheses fez uma excelente primeira parte, jogando sempre numa atitude de ataque obrigando o seu opositor  recuar para ao seu meio campo e a tentar aproveitar as escassas oportunidades de atacar que os locais lhe permitiam.


                         No segundo período o Atlético dos Arcos equilibrou a partida e o UD Lanheses já  não conseguiu manter o ritmo que impôs durante dos quarenta e cinco minutos iniciais, diminuindo a qualidade de futebol praticado.


                       Apesar de se ver na situação de desvantagem logo aos 5' consequência de uma  hesitação fatal entre a defesa e de Costa consentindo que a bola ao seu alcance fosse empurrada para o fundo da baliza, os locais mantiveram sempre uma postura de ataque chegando à área dos visitantes com várias unidades e frequentemente, porém faltou-lhes a necessária eficácia na conclusão das jogadas. 


                      Fiquei com a impressão de que o UD Lanheses melhorou consideravelmente o seu jogo em relação ao que lhe conhecia há uns jogos atrás, parecendo mais coeso e com uma produção atacante muito interessante e bem organizada. Pena que no segundo tempo essa melhoria não fosse tão evidente.

                                    Pedrinha marcou o primeiro do UDL

                     O resultado final é aceitável embora deva vincar-se que o sub-comandante da classificação não tivesse exibido nesta parida grandes atributos para justificar a sua posição na tabela, tendo sido até suplantado em boa parte do tempo pelo melhor jogo dos locais especialmente no período inicial.



                    O UDL alinhou: Costa, Hugo, Bruno, Faizão (84' Tico), P. Leite, Pedrinha, Tiago, Peixa, Lomba, Fábio Ribeiro (75' Fábio Costa) e Jorginho.


                    Os golos do UDL aconteceram aos 35', por Pedrinha, numa boa jogada e remate de pé esquerdo à entrada da área, aos 87', na transformação de livre directo à entrada da área.


                     A arbitragem de Afonso Barbosa foi equilibrada e não cometeu erros de vulto que tivessem interferido com o resultado do jogo.


                       


                                                  RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO


JORNADA 162014-01-19
UD Lanheses 2-2 Atl. ArcosSugerir Video
GD Moreira do Lima 1-3 Ponte da BarcaSugerir Video
Cerveira 4-0 CastelenseSugerir Video
Monção 2-0 ADC CorrelhãSugerir Video
Vila Fria 3-2 AD CamposSugerir Video
Darquense 1-2 Vitorino de PiãesSugerir Video
Neves FC 3-0 MelgacenseSugerir Video
Bertiandos 1-2 SC CourenseSugerir Video
JORNADA 172014-01-26
Ponte da Barca ADI Cerveira 
SC Courense 26/01  15:00 UD Lanheses
 
Atl. Arcos 26/01  15:00 GD Moreira do Lima
 
Castelense 26/01  15:00 Monção
 
ADC Correlhã 26/01  15:00 Vila Fria
 
AD Campos 26/01  15:00 Darquense
 
Vitorino de Piães 26/01  15:00 Neves FC
 
Melgacense 26/01  15:00 Bertiandos
 



PJVEDGMGSDG
1Cerveira38141220365+31
2Atl. Arcos33169613014+16
3Castelense30169342521+4
4Subiu 1 posições Neves FC2715762228+14
5Subiu 1 posições Vitorino de Piães27168353125+6
6Subiu 1 posições Vila Fria26158252120+1
7Subiu 1 posições Monção25168172325-2
8Desceu 4 posições ADC Correlhã25157442614+12
9SC Courense25166731915+4
10Subiu 1 posições Ponte da Barca20145542217+5
11Desceu 1 posições AD Campos18155371619-3
12Subiu 1 posições UD Lanheses15153662523+2
13Desceu 1 posições Melgacense14154291833-15
14GD Moreira do Lima71621131042-32
15Bertiandos61613121542-27
16Darquense51612132036-16