segunda-feira, 30 de setembro de 2013

ELEIÇÕES PARA A JUNTA DE FREGUESIA. - Resultado da Votação.




                                                                 VOTAÇÃO

 

        CDU (Coligação Democrática Unitária- Partido Os Verdes) - 194 votos
                                  20,57% - 2 lugares na Assembleia de Freguesia.

        PPD/PSD (Partido Social Democrático)  - 646votos
                                  68,5% - 7 lugares na Assembleia de Freguesia.

 

                                   Votos em branco - 65

                                                           Votos Nulos - 38

 

         Total de votos apurados - 943.
        


ELEITO: FILIPE ROCHA


 O EXECUTIVO DEVERÁ FICAR CONSTITUÍDO DO SEGUINTE MODO:


                         Presidente: Filipe Rocha
                         Secretária: Cristina Rocha
                         Tesoureiro: Hélio Franco
                              
     
 CONCELHO DE VIANA DO CASTELO:

                                          Total de freguesias: 27
                                           Inscritos: 87 336
                                           Votantes: 46 539
                                           Abstenções: 46,71%

      VOTAÇÃO:

                               
                              PS ........................ 22 183 ..........47,67% ---- 7 EL.
                              PPD/PSD .............. 12 361 ..........26,56% ---- 3  "
                              PCP/PEV ..............   4 919 .......... 10,57% ---- 1  "
                              CDS/PP/MPT .......    1 191 ..........  4,28 %  ----0  "
                              PCTP/MRPP .........       744 ..........  1,60 % ---- 0  "
      

Eleito: José Maria Costa

                           


                                          

domingo, 29 de setembro de 2013

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA


AF Viana do Castelo
1ª Divisão Distrital
3ª Jornada
2013.09.29

No "15 de Agosto", Lanheses.



                         
               LANHESENCES JÁ GOLEIAM.

                                             
                                 U D LANHESES, 4 - Moreira do Lima, 0

                      O União Desportiva de Lanheses venceu esta tarde no seu reduto o Moreira do Lima por um resultado concludente, com uma expressão folgada no resultado que há muito se não verificava. Aparentemente, o jogo terá decorrido com algum equilíbrio sobretudo nos primeiros quarenta e cinco minutos, mas os locais foram sempre mais acutilantes e eficazes no ataque, pelo que, neste período concretizam duas das oportunidades criadas, uma logo aos 10' na própria baliza na sequência de um pontapé de canto e o segundo a poucos segundos do intervalo.



                      No recomeço da segunda parte os locais chegaram aos 3-0 numa excelente jogada de ataque, com um avançado a conduzir a bola junto à linha e tirar um centro com peso, conta e medida para o centro da área onde Pedrinha, numa entrada rápida bateu muito bem de cabeça para fazer o 3-0. Os moreirenses do concelho de Ponte de Lima, por mais esforços e vontade que fizessem não conseguiam entrar na área do Lanheses e transpor a coesa defesa da casa, não conseguindo incomodar o guarda-redes Costa que quase  limitava a sua acção praticamente e recolher e devolver a bola para os seus companheiros da frente.



                     Como já anteriormente referi, o actual UDL pratica um tipo de jogo mais apoiado e ligado, tem jogadores com boas características técnicas e uma defesa que, até agora, se tem mostrado sólida e e fiável. Salvo razões imprevisíveis a que estão sujeitas estas equipas regionais quanto à estabilidade deste plantel e salvaguardando afastamentos por lesões ou suspensões disciplinares, o UD Lanheses tem condições para chegar a uma equipa com futebol agradável, muitas vezes vencedora e atingir o seu principal objectivo que é, ou deverá ser, o da manutenção no actual escalão.

                    A formação inicial do UDL foi a seguinte: Costa. Tico, Abílio, Bruno (73' P.Leite), Faizão (66' Tiago) Pedrinha, Peixe, Fábio, P. Pereira (81' Tiago Costa), Jorginho e Lomba



                    Os golos foram apontados por: na própria baliza, aos 10', na marcação de um canto; aos 44', por P. Pereira, num remate em arco que entrou no poste mais afastado; Pedrinha, aos 47', dando o melhor destino, de cabeça, um centro vindo do lado direito; e, aos 73', Lomba, rematando à entrada do centro da área entrando a bola junto ao poste.

                    A equipa de arbitragem fez trabalho sem apontamentos negativos e sem erros influenciáveis pelo que pode ser considerada boa.






                                        RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO GERAL

JORNADA 22013-09-22
UD Lanheses 2-2 SC CourenseSugerir Video
GD Moreira do Lima 1-7 Atl. ArcosSugerir Video
Cerveira ADI Ponte da Barcah2h
Monção 1-3 CastelenseSugerir Video
Vila Fria 0-3 ADC CorrelhãSugerir Video
Darquense 1-2 AD CamposSugerir Video
Neves FC 1-1 Vitorino de PiãesSugerir Video
Bertiandos 2-4 MelgacenseSugerir Video











JORNADA 32013-09-29
UD Lanheses 4-0 GD Moreira do Lima

Atl. Arcos 0-1 Cerveira

Ponte da Barca 3-2 Monção

Castelense 2-1 Vila Fria

ADC Correlhã 1-0 Darquense

AD Campos 0-0 Neves FC

Vitorino de Piães 0-1 Bertiandos

SC Courense 1-1 Melgacense

































PJVEDGMGSDG
1Subiu 1 posições ADC Correlhã9330070+7
2Desceu 1 posições Atl. Arcos6320192+7
3Subiu 10 posições UD Lanheses4311164+2
4Desceu 1 posições Vitorino de Piães4311142+2
5Castelense4211042+2
6Desceu 2 posições Neves FC4211031+2
7Desceu 1 posições SC Courense4211032+1
8Subiu 4 posições Cerveira4211021+1
9Desceu 1 posições Melgacense32101440
10Desceu 3 posições Vila Fria3210113-2
11Desceu 2 posições AD Campos32101220
12Subiu 2 posições Bertiandos3310235-2
13Desceu 3 posições Ponte da Barca11010110
14Desceu 3 posições GD Moreira do Lima13012212-10
15Subiu 1 posições Monção0200216-5
16Desceu 1 posições Darquense0300316-5

MANHÃ DE CARNAVAL, André Rieu.

sábado, 28 de setembro de 2013

DUO OSMOSE, "Sensual Version"

doLETHES COMPLETA QUATRO ANOS.

        

             Foi a 28 de Setembro de 2009 que dei vida ao doLethes. Só quando me dei conta de que a sua existência tinha sido acolhida com interesse no seio de um número bastante significativo dos meus conterrâneos, residentes ou dispersos no mundo, é que tomei verdadeira consciência da principal missão que poderia desempenhar: registar e informar o que de mais relevante acontece em Lanheses, com verdade  isenção e acrisolado bairrismo, garantindo-lhe a assiduidade indispensável e a qualidade possível no âmbito das minhas capacidades humanas, culturais e técnicas.

           Não está nas minhas mãos dizer por quanto tempo ainda poderei prolongar a vida deste espaço. Apenas posso assegurar que, hoje, em que o doLethes completa quatro anos de vida, mantenho as mesmas premissas quanto à vontade de o conduzir nos caminhos que o levam aos ausentes, em Portugal ou no exterior, oferecendo-lhes um pouco da vida que vai acontecendo nesta terra que há-de ser sempre a sua.
          

          

         

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

PRIMOS DA CHULA SÃO O QUÊ?

"DOMINGOS EM FAMÍLIA" na Casa dos Nichos - Dia 29 de Setembro entre as 14h00 e as 17h00 - (Rua de Viana, Viana do Castelo)


“Domingos em Família” na Casa dos Nichos


A Casa dos Nichos - Núcleo Museológico de Arqueologia, promove no dia 29 de Setembro a atividade de expressão plástica, “Piroga Monóxila”, que consiste na realização da miniatura de uma piroga em poliestireno, baseada na piroga monóxila pré-romana, encontrada no Rio Lima.
A atividade integra o programa “Domingos em Família”, que visa a participação de pais e filhos em atividades relacionadas com o património arqueológico do concelho.

Idade sugerida: entre os 6 e os 14 anos.

Participação gratuita.

Local: Casa dos Nichos - Núcleo Museológico de Arqueologia (Rua de Viana), das 14h00 às 17h00.

Organização: Câmara Municipal de Viana do Castelo – Gabinete de Arqueologia.





 NOTA DO ADMINISTRADOR DO doLETHES: 

                    Não seria, de todo, despropositado que do anúncio da iniciativa constasse que a miniatura a construir será uma cópia "baseada na piroga monóxila pré-romana, encontrada no rio Lima" em LANHESES. Um pouco de rigor e justiça não fica mal a ninguém, até a uma entidade concelhia.

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA. Cartaz dos jogos para este fim de semana.


... E VAI AO FUNDO, E VAI AO FUNDO, ai vai, vai...







 Foto de cortesia de amigo.





:



quinta-feira, 26 de setembro de 2013

DIA MUNDIAL DO TURISMO | 27 de Setembro | Viana do Castelo




APCVC - Jantar a favor da APCVC


A Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo, irá organizar um jantar em que a receita reverte a favor da instituição cujo  valor angariado destina-se ao projeto de construção do novo centro de reabilitação, situado junto ao estádio “Manuela Machado” na Meadela (http://www.apcvc.pt/component/k2/item/78).

Para mais informações poderá utiilizar o espaço reservado na nossa página Web (http://www.apcvc.pt/contatos), ou pelo telefone 258 839 050.



Logística
                                                                                                                                                         
Associação de Paralisia Cerebral de Viana do Castelo
Rua 25 de Abril, nº 9
4925-010 Santa Marta de Portuzelo
Tel: 258839050  Tel: 258843360  Fax: 258839059





ELEIÇÃO PARA A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VIANA DO CASTELO:

            Foi divulgado aqui no doLethes a 3 de Agosto último o nome da candidata à presidência da Câmara de Viana do Castelo da lista da CDU - Coligação Democrática Unitária/Partido Ecologista os Verdes.

            Hoje, retirei da minha caixa de correio dois maillers respeitantes a outras duas listas de candidatura respeitantes ao Partido Socialista (PS) e ao Partido Social Democrático (PSD).

            PS: José Maria Costa, Presidente da Câmara em exercício:



PSD:

                       Eduardo Teixeira, deputado da AR pelo Círculo de Viana do Castelo, que se submete a sufrágio pela primeira vez.



                Não disponho de material de propaganda de outras candidaturas.










quarta-feira, 25 de setembro de 2013

OS VELHOS E A TESOURA DO PEDRO.


Banco de Imagem - fim, cima, antigas, mão. Fotosearch - Busca de Fotografias, Imagens e Fotos Cliparte


 

CORTAR NOS VELHOS para POUPAR OS AMIGOS COELHOS                             

                               (sem humor a vida perde sabor)


Longe de mim o propósito de vir aqui lamentar o modo como estão a ser tratados pelo governo os  reformados e pensionistas velhos, especialmente desde que a administração da “coisa pública” está à mercê de Pedro Passos Coelho. O orgulho que sentimos pelo trabalho que prestámos ao Estado ao longo do exercício das funções que desempenhamos com  profissionalismo, lealdade e estrita observância dos deveres e direitos legais e mutuamente acordadas e aceites, é por demais sentido para que nos façam soçobrar perante a insensibilidade e a indiferença, mesmo desprezo,  de que vem sendo vítima pelos poderes instalados o cidadão idoso pensionista de mais baixos recursos.

 

Sendo uma característica congénita dos administradores sem carisma, fracos, impreparados e submissos retraírem-se e acobardarem-se nas decisões que deveriam tomar em relação a interesses externos, identificáveis ou ocultos para a maioria dos cidadãos, são sempre os mais desprotegidos, debilitados física e economicamente, aqueles quem mais suporta os golpes do poder do “forte contra os fracos e fracos contra os fortes”.

 

A realidade seria bem diferente se os dois milhões de cidadãos portugueses velhos que estão a ser esbulhados ab aeterno nas suas tenças, adquiridas pelo trabalho de uma vida e que confiaram na LEI  e na  boa-fé dos seus executores para as manterem até ao último dos seus dias de vida na terra, tomassem consciência da enorme importância que eles representam na sociedade que tende a marginalizá-los, ostracizando-os, negando-lhes a prioridade de consideração que merecem, antes os tendo por  inúteis e sanguessugas das gerações vindouras.

Algum  resistente pensionistas que tenha vindo da função pública pela graça de deus ao fim de trinta e seis anos de descontos obrigatórios para a Caixa-Geral de Aposentações (CGA) com mais de seiscentos euros por mês, Passos Coelho tem-no por rico, considerando  não ter já  o empecilho necessidades que justifiquem um rendimento mensal superior a 20% do que ele aufere como membro do governo, dando de barato que fiquem de fora outras prebendas e mordomias e não tem pejo algum em  sacar aos pobres parar tranquilizar os administradores dos bancos e dos investidores sem rosto.  Fazendo tábua rasa da Constituição da República  e mandando às urtigas as juras da campanha eleitoral que o sentou à mesa do orçamento, nada o perturba usar a lei  como se fosse papel higiénico para ir “rapar” a penúria do pré-indigente desvalido a caminho da tumba o que lhe dá na gana com a  mesma  avidez com que o guloso lambe o sarro do tacho com o resto do arroz doce.

- Não tenho outro caminho, afirma, sem mexer um musculo da face que denuncie uma réstia  de sensibilidade e vergonha pelo estupro que comete.

Os velhos são um fardo que urge aliviar, cogitou ele ou alguém que lho recomende, porque a sua existência põe em causa a “sustentabilidade” das actuais pensões e compromete irremediavelmente as das gerações futuras se  eles ousarem prolongar a sua estadia na terra por uns ruinosos anos mais.

Será verdade. Se é, então, acabe-se com as pensões de uma vez por todas e preparem-se para viver num país onde os velhos são quem mais medicamentos consomem, com a respectiva indústria farmacêutica a ir rapidamente à falência se eles deixassem de os comprar. Não existissem velhos e, hospitais, centros de saúde, equipamentos cirúrgicos e médicos, enfermeiros, pessoal auxiliar, serviços de ambulâncias, agências funerárias, analistas, oculistas , argálias, fraldas, viagra, radiologistas, cirurgiões, funcionários e tudo o que envolve esta formidável fonte criadora de rendimento seria drasticamente reduzida. Provavelmente nem de Ministério precisariam…

E, depois, quem restaria para ver as tardes da Júlia na TV, as telenovelas de manhã até de madrugada , levar a cadela ao jardim, os netos ao infantário? Quantas pessoas iriam em excursões a Fátima, comprariam a cera dos crematórios, peregrinariam para orar à santinha de Balazar, visitariam o bruxo de Fafe, passeariam nos cruzeiros do Douro, iriam  à Romaria d’Agonia, aos encontros dos amigos que combateram na II Grande Guerra,  à missa diária, à comunhão ao domingo, à festa das flores em Campo Maior, a S. Bento da Porta Aberta, aos banhos de sol no Algarve e do vento na praia norte, à festa do alvarinho a Melgaço, à do fumeiro em Trás-os-Montes, às estâncias termais e ao endireita? E ver o Quim Barreiros?  E a natinha na pastelaria, o cálice de vinho do porto p’ra sossega, o cigarrito depois do almoço? Quem pagaria o IMI do albergue herdado e a requerer obras de restauração e contribuiria para a colecta da nova ambulância dos bombeiros voluntários da Picha?  Quem melhor  garantiria a fidelidade  do voto naquele partido que oferece chapéus e esferográficas tão giros? Quem?

 

 

 Não esqueçam que estou apenas a referir-me aos velhos, velhos reformados e pensionistas ricos com mais de seiscentos euros mensais e muito abaixo do rendimento que aufere o executor Coelho.

 

 

Há, para além daqueles que se incluem na descrição do parágrafo anterior, outros mais avançados em idade que não se enquadram na categoria de velhos-velhos porque, ou foram administradores bancários, de empresas públicas ou accionistas do BPN, presidente de câmara com muitas bairros edificados, presidente de fundações, responsáveis pelas ppp, membros de famílias relevantes, etc. etc., (e tal…), tendo em conta que estes jamais envelhecem porque, coitados, enriquecem, enriquecem até ao fim das suas  (boas) vidas.

 

 

 


Por tudo isto, senhor Ministro, não se acanhe, corte, corte, a torto, ou melhor, a direito para que o fim dos velhos SE APRESSE. Mas, tome cautela, não vá o fio da tesoura ficar tão rombo que estrague o único instrumento de trabalho que O PEDRO sabe manejar na perfeição.

 



Remígio Costa

Fotos Internet