terça-feira, 30 de abril de 2013

COMEMORAÇÃO DO "DIA DA FREGUESIA DE LANHESES".

      
 EZEQUIEL VALE e António Grenho.

                    A Junta de Freguesia de Lanheses comemorou ontem, segunda-feira, dia 29 de Abril,. pela terceira vez consecutiva, o "DIA DA FREGUESIA DE LANHESES", com uma sessão solene que decorreu no novo forum daquela Junta no decorrer da qual foram apresentados dois documentários inéditos em vídeo relacionados com a história da criação e construção do barco simbólico "água-arriba" e as actividades de cerâmica e de olaria representativas das principais indústrias da freguesia no início do século XX e actualmente desaparecidas.



                                        Forum

              Perante uma sala bem composta de público mas sem lotar, onde se contavam algumas figuras da vida política e da administração pública e de associações locais, designadamente o presidente da direcção da Segurança Social de Viana do Castelo, Paulo Vale e o deputado pelo distrito de Viana do Castelo  e candidato à Câmara Municipal do concelho Eduardo Teixeira, presidentes da AC Lanheses, Alcindo Franco, do UD Lanheses, José Pereira, da A: Moradores, Amaro Rocha,  da AFL António Grenho, os restantes membros do elenco do executivo da Junta, Filipe Rocha e Hélio Franco e de pessoas ligadas à  cultura e do ensino, EZEQUIEL VALE, deu início à sessão começando por fazer uma curta alocução sobre o sentido da comemoração desta data formulando, também, uma resenha das iniciativas tomadas no decorrer da sua direcção e teceu algumas considerações sobre a visão que tem da gestão autárquica, a necessidade de não se alongar em excesso o tempo em lugares de gestão pública, a vantagem em criar paragens para observar e reflectir e apelou aos mais jovens e aos cidadãos em geral para participarem na vida administrativa local.


                                    Figuras conhecidas.
           

              Em seguida foi exibido o primeiro vídeo com autoria de Augusto Portela onde se historia ao pormenor a construção do barco tradicional do rio Lima pelo nosso conterrâneo Manuel João Castro (Caninhas), desde o surgimento da ideia de criar uma réplica até à festa do baptismo no sítio da Passagem, com o registo exaustivo das imagens da sequência das fases de construção explicadas pelo seu construtor e complementadas pela voz de Cristina Torres, onde aparecem pessoas idosas da freguesia a descrever as actividades e  tribulações da vida dos barqueiros, o simbolismo e o uso do "LANHEZES" para o turismo e ensino,  concluindo com  imagem da viagem inaugural com cantorias tradicionais a cargo de mulheres do povo da freguesia.

                             Paulo Vale e Eduardo Teixeira.
     

            O segundo vídeo, com edição e cinematografia de Joel Sousafaz uma reposição histórica da actividade cerâmica da freguesia a partir das primeiras décadas do século passado, lembra as figuras desse tempo e as fábricas que existiram, os tipos de telha e tijolo então fabricados, colhe os depoimentos daqueles que exerceram a actividade desde a extracção e preparação do barro até ao fabrico, descrevendo, a seguir, a tentativa da implantação de uma olaria para o fabrico de louça tradicional de Viana, que vingou apenas alguns anos, com os registos na primeira pessoa de alguns dos intervenientes que trabalharam na olaria.

 Caninhas (Manuel João), José Pereira e Alcindo Franco.

            A criação dos vídeos acima descritos sumariamente, envolveu a colaboração de variadas pessoas e meios, designadamente, o presidente Ezequiel Vale na concepção e no texto, Cristina Torres na locução, de Augusto Portela na edição do 2º vídeo dedicado ao água-arriba e de Joel Sousa  no testemunho da experiência vivida e editor do 1º  respeitante à olaria, bem como outros colaboradores que constam da ficha técnica dos filmes.

           Considero estes vídeos dois documentos de grande valor histórico para o acervo da Freguesia de Lanheses, pela seriedade, rigor e substância que encerram, tendo felicitado no momento o seu mentor pela iniciativa e qualidade que lhes reconheço.


                  O Presidente prepara o brinde.

                No final da sessão foi prestada pela Junta uma homenagem ao Caninhas tendo-lhe sido entregue uma aguarela representado o "seu" "LANHEZES", que ele recebeu não sem alguma emoção.

 Caninhas e Amaro Rocha, no convívio.

 D. Aurea, uma actriz no video, em conversa viva com Alberto Amorim

 Joel Sousa, de costas, à conversa com  Caninhas e Amaro Rocha.

          Depois de uns breves momentos de convívio para um frugal "verde" de honra, Ezequiel Vale e alguns dos presentes dirigiram-se à Igreja Paroquial para a colação no ossário dos Ricaldes existente na Capela-Mor procederem à colação da coroa de flores de estilo, acto que teve a colaboração da senhora condessa Dona Isabel d'Almada, Senhora da Casa do Paço de Lanheses, da família de Sebastião Pereira Cyrne  Peixoto, que recebeu em 1793, da Rainha D. Maria I, o foral da Villa Nova de Lanhezes.


Duas testemunhas vivas da História de Lanheses e uma acompanhante.
          

segunda-feira, 29 de abril de 2013

ROGÉRIO GONÇALVES, NO MOÇAMBOLA (Moçambique).

 
               O Ferroviário de Nampula, de quem é treinador desde esta época o nosso conterrâneo ROGÉRIO GONÇALVES, empatou em casa (1-1) na jornada 6 do campeonato moçambicano MOÇAMBOLA, com o HCB Songo que lidera a classificação geral com 13 pontos, ocupando o Ferroviário de Nampula  o 6º lugar da prova, a 5 pontos do líder.
P'ra frente, Aviador.

6ª Jornada


27-04-2013 13:00 F. Maputo 2 - 1 Matchedje Frente a frente


27-04-2013 13:00 Têxtil Púnguè 1 - 1 Costa do Sol Frente a frente


27-04-2013 13:00 Vilankulo 1 - 0 Estrela Vermelha Frente a frente


28-04-2013 13:00 Chingale Tete 1 - 0 Muçulmana Maputo Frente a frente


28-04-2013 13:00 F. Beira 3 - 1 Chibuto Frente a frente


28-04-2013 13:00 F. Nampula 1 - 1 HCB Songo Frente a frente


28-04-2013 13:00 Maxaquene 1 - 0 Desportivo Nacala Frente a frente






Classificação




Equipa
J
V
E
D
GM
GS
+/-
Pts


1

HCB Songo
6
4
1
1
8
3
5
13

2

Muçulmana Maputo
5
4
0
1
11
4
7
12

3

Maxaquene
5
4
0
1
6
3
3
12

4

Chingale Tete
6
3
1
2
5
4
1
10

5

Desportivo Nacala
6
2
3
1
3
2
1
9

6

F. Nampula
6
2
2
2
5
6
-1
8

7

Costa do Sol
6
2
2
2
7
5
2
8

8

Têxtil Púnguè
6
2
2
2
5
7
-2
8

9

Estrela Vermelha
6
2
1
3
5
6
-1
7

10

F. Beira
6
2
1
3
7
7
0
7

11

F. Maputo
6
2
1
3
4
5
-1
7

12

Vilankulo
6
2
1
3
2
5
-3
7

13

Chibuto
6
2
1
3
7
11
-4
7

14

Matchedje
6
0
0
6
3
10
-7
0


domingo, 28 de abril de 2013

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA

AF Viana do Castelo
Divisão de Honra
2013.04.28

No "15 de Agosto", Lanheses

LOMBA, "HAT-TRICK" COM EXIBIÇÃO DE LUXO.                           

                                         

                                UD LANHESES, 3 - AD Campos, 1

                    VITÓRIA SOFRIDA MAS MERECIDA.

                    Foi uma vitória difícil de alcançar mas o esforço e raça dos jogadores do UDL acabaram por ser justamente compensados, logrando uma vitória muito animadora e útil para escapar à perigosa situação em que se encontra.

                   Foi um jogo bastante interessante, sobretudo na primeira parte, com as duas equipas viradas para o ataque à procura do golo, que apareceu logo aos 7' num rápido contra-ataque a que Lomba correspondeu, já dentro da área com um remate rasteiro e bem dirigido.


O segundo de Lomba, deixa o guarda-redes sentado.

                  O Campos não acusou a desfeita e manteve a sua toada ofensiva criando duas ou três situações para golo que, todavia, não foram concretizadas. Enfrentando um vento muito agreste os locais agiam com a bola pelo chão com muita destreza e Lomba e Falcão entendiam-se muito bem furando algumas vezes a sólida defensiva do Campos. Bola cá, bola lá o resultado não sofreu alteração e a primeira parte terminou com os locais a vencerem por 1-0.

 UDL mudou bastante, até no equipamento.

                 Jogando para a baliza sul e com o vento pelas costas esperava-se por parte do UDL uma segunda parte ainda melhor do que a primeira. Porém, depois dos primeiros minutos onde os locais andaram perto do 2-0, o Campos subiu muito de rendimento, baixou a bola e aumentou a velocidade do jogo, acabando por estabelecer o empate aos 52', numa jogada que pareceu com culpas da defesa que permitiu o isolamento do marcador frente a Costa.


MEIA-NOITE soube mexer e o resultado viu-se.

                  Meia-Noite viu que tinha de mexer e fê-lo a propósito e no momento certo.Fábio Castro entrou para o lugar de Faizão, esgotado de tanta correria e, a seguir, entrou André para equilibrar a tendência atacante. A defesa forasteira começou a oscilar com as incursões rápidas, à direita, de Fábio Castro e, do outro lado, André e Lomba punham os cabelos em pé ao excelente guarda-redes campense. Aos 83', Lomba aproveita uma recarga e, mais rápido que o guarda-redes visitante, faz o 2-1. E, pouco depois, num hat-trick muitíssimo festeja, encerrou as contas num  3-1 algo imerecido para os visitantes.

Presidente José Pereira festeja vitória com sorriso de "orelha a orelha"
              

             Mesmo que não ganhasse haveria sempre que dizer-se que Henrique Meia-Noite já tem trabalho comprovado. A equipa mostra boa saúde física, os jogadores parecem mais confiantes e demonstram ter uma ideia de jogo. Há, ainda, aspectos a melhorar que se virão com resultados positivos como o de esta  tarde.

                           Diogo Pinto com boa nota.


                       O árbitro Diogo Pinto teve sempre o jogo e os jogadores na mão pelo que o seu trabalho pode considerar-se bom.

                   Nota: o auxiliar do lado da bancada estava com os pés ligeiramente dentro do relvado. Um espectador "mandou-lhe uma boca" para que andasse no espaço fora da linha. Ele, sem se voltar ou falar, adiantou-se cerca de meio metro para dentro do campo para aí seguir o jogo, mantendo a atitude durante alguns minutos. Depois queixam-se da violência que sofrem por parte dos assistentes aos jogos...

LANCES DO JOGO.

 












RESULTADOS DA JORNADA E CLASSIFICAÇÃO GERAL

                 SÓ O TÁVORA NÃO ADERIU A CAMPANHA DO LANHESES.

               Todos os eventuais  competidores do UDL perderam pontos, aliás em conformidade com o que previ anteriormente, apenas o Távora ao empatar em Vitorino de Piães, não favoreceu as pretensões dos lanhesenses. Contudo, o UDL saiu da linha de água e respira já com algum folgo de segurança. Veremos se mantém a pedalada na próxima saída, em Vila Fria.

JORNADA 262013-04-28
ADC Correlhã 1-2 SC CourenseSugerir Video
Castelense 2-1 GD Moreira do LimaSugerir Video
Neves FC 2-0 Vila FriaSugerir Video
UD Lanheses 3-1 AD CamposSugerir Video
Cerveira 4-1 FC Vila FrancaSugerir Video
Valenciano 2-0 BertiandosSugerir Video
Vitorino de Piães 0-0 TávoraSugerir Video



PJVEDGMGSDG
1SC Courense562418244823+25
2Valenciano552417434816+32
3Neves FC532417252910+19
4Cerveira492416175127+24
5ADC Correlhã402511773120+11
6Vila Fria33249692930-1
7GD Moreira do Lima31248792930-1
8Subiu 2 posições Castelense312571082531-6
9Desceu 1 posições Vitorino de Piães312494113035-5
10Desceu 1 posições AD Campos302486102629-3
11Subiu 2 posições UD Lanheses262475122936-7
12Desceu 1 posições Távora242566132136-15
13Desceu 1 posições Bertiandos232565142746-19
14ARC Paçô172445152042-22
15FC Vila Franca112432