terça-feira, 17 de julho de 2012

LEVANTAR UMA FESTA NÃO VAI COM CONVERSA.

                        Quem desce da Corredoura...
           
              É fácil para quem não está metido nelas. Mas levantar uma festa como a do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades que decorre nesta semana em Lanheses não é tarefa que se alcance com conversa barata. É indispensável ter muita disponibilidade, grande capacidade de trabalho, extrema coragem e imensa abnegação e força de vontade inexcedível para montar, organizar, dirigir e garantir a satisfação dos encargos que tal evento exige.

   ...passa em frente à Capela do Senhor das Necessidades...

              As preocupações e diligências a efectuar relacionadas com a organização de uma manifestação religiosa católica com esta grandeza e imponência que engloba uma parte profana, exige uma preparação que começa quando finda a que termina. São contactos urgentes a fazer com bandas de música e conjuntos, licenças a obter, celebração de contratos com fogueteiros e policiamento, ornamentações e iluminação, acordos com empresários de divertimentos, constituição de grupos de mordomas e mordomos da festa, juízes e lavradeiras com tabuleiros, contratação de charangas e instalação sonora e, impreterivelmente, a angariação de fundos para custear as despesas consideráveis inerentes àquelas acções. Não se menciona, aqui, a organização respeitante à parte religiosa por não ser da responsabilidade da Comissão de Festas, mas, quem está a par da grandeza de que se reveste a Procissão que constitui a principal manifestação e raiz destas antigas festividades, avalia toda a canseirosa organização que ela implica.

 ...encontra já montadas algumas tendas...

 ...desce junto à Obra Social...

              Passámos há pouco pelo local onde tive oportunidade de registar fotograficamente parte da actividade que decorre no recinto envolvente à Capela do Senhor das Necessidades, incluindo os trabalhos do alargamento de um troço da Estrada da Igreja, sendo que estes não estarão totalmente concluídos a tempo de ser utilizado a quando da passagem da Procissão.

...depara com o trabalho de levantar as ornamentações...


...e dá conta do avanço do alargamento da via desde o entroncamento junto à casa do Miguel até à "curva do Posto".







6 comentários:

  1. Há uns meses numa conversa informal dizia que estas obras ( que estiveram paradas largos meses) só por altura das festas de Lanheses é que avançavam.
    Aqui estão elas.

    Manuel

    ResponderEliminar
  2. Manuel:

    Então, as festas trazem ainda outras vantagens. Façam-se, pois, mais...

    Remígio.

    ResponderEliminar
  3. A Fe supera a crise..."bota" foguetes oh Ze...amanha outro dia vira...bem nao te queixes se o
    dinheiro nao chega..O PSD esta-te a tratar do futuro..junto com o CDS ! E forca "Facam-se,
    pois, mais"

    Mourano Cruz

    ResponderEliminar
  4. Alargamento da via! A mim parece-me que vai ser uma pista de aterragem para aviões devido á largura. Mas pronto mais vale a mais que a menos. Mas a meu ver o presidente de Lanheses é um banana.. e não sou nem da velha nem da nova "guarda" como uns inexperientes costumam dizer.. utilizando sempre o meu ponto..

    ResponderEliminar
  5. Claro que o comentador "acima" tem toda a razao. O presidente da junta foi educado para "por" meninos a correr!..So, e so a zona verde o rio lima (Esta no sangue) trutulia sobre o mesmo..falar de porcos caidos dos barcos..feirinhas..sinais..mas assuntos de fundo ele nao tem "bagagem" e um pedante e como todos os pedantes qualquer coisa que "salte" a vista, como essa "vergonha" sem saida e sem servir para nada como se provou nas festas veio deitar areia para os olhos do povo de Lanheses! Ate agora esta junta nao contribuiu em nada nem na estrutura geografica nem social. O comercio, a industria e a producao simplesmente para .Nao ha um planeamente geral para o devido desenvolvimento da freguesia! Este "pedantismo" nao nos vai levar a lado nenhum! Pelo contrario..ao afastamente e abandona da freguesia. Em suma esta junta tem que ir embora!

    ResponderEliminar
  6. O Sr. comentador devia tambem falar desse "Monumento" do largo da feira. A vergonha da Terra e da junta...em vez de andar a espalhar bonecos deveria ocupar-se a fundo com essa obra vergonhosa...faca turtulias para resolver o problema e deisxe-se de flores..Pensou-se que iria ser um presidente que daria pulos de jigante mas afinal and aos saltinhos do rio para a retunda das macieiras e da retunda para as "bordas" do rio! Bem eu sei que passaro gabado sem "carrica". (Gostava de ver uma foto da antiga bomba de gasolina neste blog!)

    ResponderEliminar