domingo, 27 de março de 2011

futsal feminino

Foto Tixa Vale
u d c p lanheses  3

escola zona foot  1
pavilhao    casa do  povo  de  lanheses
u d c p l
carolina
tixa
mariana
joana
patricia
jogaram ainda
marina
jessica
renata
A equipa do udcpl  venceu mais um jogo,em k nao foi nada facil,pois encontrou pela frente uma equipa que tem vindo a crescer jogo a jogo,embora a equipe de lanheses,seja bastante superior,a primeira parte foi disputada ,com ambas as equipas a serem muito perdularias e a falharem boas  oportunidades para marcar,inclusive a equipe de valença ate falhou uma grande penalidade,e assim chegava o intervalo com o resultado em 0-0.
na segunda parte,a equipa da casa entrou melhor,e marcou o primeiro golo num belo remate de PATRICIA,com o golo sofrido o zona foot abrui-se mais e por intermedio de MARIANA,conseguiu marcar mais dois golos,antes do apito final a equipa visitante ainda marcou o seu tento de honra,pouco depois chegava o final do encontro,com mais uma justa vitoria da equipa de LANHESES,destacar a boa exibiçao da guarda redes do lanheses,CAROLINA.

JOSE M. SOUSA
17 JORNADA
udcplanheses  3  zona foot  1
artur  rego  7   cerveira   1
ara  2    arcas   
castanheira 3   soutelense  1
classificaçao
1-castanheira
2-soutelense
3---sta luzia
4-UDCPLANHESES
5---artur   rego
6---arcas
7-zoona foot
8---ara
9--cerveira
proxima jornada---soutelense---udcplanheses, 

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.

         CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DA AFVC.
          Estádio 15 de Agosto, hoje:

          UNIÃO DESPORTIVA DE LANHESES, 1 - Neves, 6

          O UDL, alinhou: Vasco, Edgar, Abílio, Valter. Jorginho, Bruno I. Croas, (André, 33'), Pedro Leite, Filipe, Luís (Zé, 74´) e Dani (Nuninho, 33´).
          ÁRBITRO: Bruno Nunes, João Cunha e Luís Valentim.
          GOLO DO UDL: Filipe, 51'.

                                 O Neves, defende bem e ataca melhor.

           COMENTÁRIO.

          O UDL só entrou no jogo a partir dos 30' quando o Neves já estava a vencer por 3 golos sem resposta. Fazendo entrar, aos 33' Nuninho e André por troca com Croas e Dani, fazendo recuar para lateral direito Bruno I e passando Edgar para o lado contrário e colocando o esquerdino Jorginho mais adiantado no terreno, Domingos Morais conseguiu estabilizar a sua equipa e  equilibrar o jogo que, até essa altura, tinha sido totalmente dos forasteiros, passando o Lanheses a controlar melhor a zona do meio campo e a construir mais e melhor jogo ofensivo, estancando o fluxo avassalador até ali produzido pela equipa visitante.
          Na segunda parte o UDL continuou disposto a lutar para chegar pelo menos ao empate, conseguindo algumas jogadas de relativo perigo sem no entanto conseguir criar flagrantes oportunidades de golo. 0 Neves, sem nunca se ter remetido à defesa, manteve a sua estratégia inicial jogando sempre para aumentar o score, valendo-se da rapidez e domínio de bola dos seus avançados.
          Os locais lograram diminuir a diferença quando Filipe, hoje em muito bom plano, interceptou uma reposição de bola do guarda-redes dos visitantes e fez o 1-3. Porém, sem acusar qualquer nervosismo o Neves chegou ao 1-4 através de um golo de bela execução e a história do jogo teria terminado aí se o Neves, implacável, não tivesse alcançado mais dois golos fixando o resultado num esmagador 1-6 histórico.
          Para quem assistiu ao jogo o resultado não tem muito de escandaloso e traduz a diferença entre as equipas em presença, justificando-se, não porque tivessem tido os locais uma tarde de completo desacerto, mas pela excelente categoria exibida pela equipa do Neves F.C. que se  superiorizou, colectiva e individualmente, à equipa lanhesense, nesta partida. Terá sido, de todas as que já passaram esta temporada pelo Estádio 15 de Agosto, a melhor equipa. Mostrou estatura de campeão e muita personalidade e excelente futebol.


         O UDL, aqui de branco, fez o que pôde contra adversário muito forte
.
          A arbitragem adoptou um critério largo no julgamento das faltas para ambos os lados, mostrou intenção de aplicar a lei da vantagem e deixar jogar. Mas, senhor Bruno Nunes, há simulações e faltas e, estas últimas, devem ser marcadas. Um erro de vulto quando um jogador do Neves, depois de ter ultrapassado um defesa do UDL e já dentro da área foi derrubado, sem que a falta indiscutível tivesse sido marcada e o infractor expulso. Antes, terá deixado de sancionar um corte com a mão de um defesa do Neves dentro da sua área, todavia terá ajuizado bem por ter sido o remate feito a curta distância, não parecendo ter havido intencionalidade. Apesar de tudo, o trabalho foi aceitável.

         
                   O UDL este muitas vezes dentro da área do Neves. Sem sucesso.

                                         PRÉMIO DOLETHES/TRANQUILIDADE 
                                                      "O Melhor do Jogo"
                                                       UDL - NEVES F.C.
                                                              2011.03.27
              
                                               1º -  7-JORGINHO ......... 6 votos
                                               2º -  6-Bruno ................... 4    "
                                               3º -  2-Edgar .................... 3    "
                                               4º -20-P.Fernandes ...........2    "
                                               5º- 13-Nuninho ................ 2    "
                                               6º -18-Valter .................... 1    "
                                               7º -22-Filipe ..................... 1    "
 
                                                     CLASSIFICAÇÃO GERAL
                                               1º - 14 - DANI ................... 59 votos
                                               2º - 17 - Luís ...................... 56   "
                                               3º -   7 - Jorginho ................ 31  "
                                               4º -   2 - Edgar .................... 31   "                         
                                               5º -   6 - Bruno .................   27   "
                                               6º - 20 - P. Fernandes ......... 24   "
                                               7º - 22 - Filipe .................... 21   "
                                               8º - 10 - André ................... 18   "
                                               9º - 13 - Nuninho ...............  17    "
                                             10º - 19 - Johnny .................  16   "
                                             11º -   4 - Abílio ..................  14   "
                                             12º - 18 - Valter ................... 14   "
                                             13º - 11 - Zé ........................  8    "
                                             14º - 12 - Víctor ...................  7    "
                                             15º -  8  - Pedro Leite ...........  6    "
                                             16º -  9  - Croas ...................   5   "
                                             17º -      - Ricardo ................   2   "
                                             18º - 14 - Vasco ...................   2    "
                                             19º - 21 - Casaca ..................   1    "

                                          RESULTADOS E CLASSIFICAÇÃO

JORNADA 222011-03-27
Visitado
Visitante
Artur Rego 1-0 CorrelhãSugerir Video
Ancorense 1-0 GD Moreira do LimaSugerir Video
Cerveira 1-0 Ponte da BarcaSugerir Video
SC Courense 2-1 AD ChaféSugerir Video
Távora 2-2 AD CamposSugerir Video
UD Lanheses 1-6 Neves FCSugerir Video
Castelense 3-2 MonçãoSugerir Video
JORNADA 232011-04-03
Visitado
Visitante
Monção 03/04 Artur Rego
Correlhã 03/04 Ancorense
GD Moreira do Lima 03/04 Cerveira
Ponte da Barca 03/04 SC Courense
AD Chafé 03/04 Távora
AD Campos 03/04 UD Lanheses
Neves FC 03/04 Castelense
Pos.EquipaPJVEDGMGS

1Cerveira552218134211
2Ponte da Barca502215523717
3Neves FC482215344820
4Correlhã372211473628
5Monção30228683028
6SC Courense29228592927
7Ancorense29227871620
8Artur Rego29227872128
9Castelense282284102425
10GD Moreira do Lima242273122634
11UD Lanheses242273122236
12Távora21224991727
13AD Chafé132234152550
14AD Campos122233161537

QUE PAÍS TÃO ESTRANHO, A ISLÂNDIA!

http://3.bp.blogspot.com/-hEX-ZnLIBIc/TWphW5jTMqI/AAAAAAAAApQ/zjin5XVLrcg/s1600/100_0016.jpg      


           A Islândia, antes da crise económica de 2008, era o país do mundo com maior rendimento "per capita" sendo apontado como uma referência incontornável do bem estar social e modelo de gestão económica e política, a nível europeu e mundial. Ruiu, qual castelo de cartas, tendo assumido de imediato uma situação de falência.

           Este país nórdico do norte da Europa tem cerca de 320 000 habitantes e 103 000 Km2; 2/3 da sua população está concentrada em Reiquiavique, a capital.

           Num trabalho publicado ontem no diário online do Jornal I, é abordada a forma como este minúscula nação implantada nas águas geladas do Atlântico norte, com recursos limitados e reduzida população, está a sair duma crise abrupta e profunda, aparentemente irrecuperável se comparada com outras que afectam alguns países do sul considerados de "brandos costumes".

           Vale a pena ler com muita atenção e facilmente poder-se-ão extrair dele algumas curiosas e interessantes conclusões.
  
            "Os protestos populares, quando surgem, são para ser levados até ao fim. Quem o mostra são os islandeses, cuja acção popular sem precedentes levou à queda do governo conservador, à pressão por alterações à Constituição (já encaminhadas) e à ida às urnas em massa para chumbar o resgate dos bancos.


Desde a eclosão da crise, em 2008, os países europeus tentam desesperadamente encontrar soluções económicas para sair da recessão. A nacionalização de bancos privados que abriram bancarrota assim que os grandes bancos privados de investimento nos EUA (como o Lehman Brothers) entraram em colapso é um sonho que muitos europeus não se atrevem a ter. A Islândia não só o teve como o levou mais longe.


Assim que a banca entrou em incumprimento, o governo islandês decidiu nacionalizar os seus três bancos privados - Kaupthing, Landsbanki e Glitnir. Mas nem isto impediu que o país caísse na recessão. A Islândia foi à falência e o Fundo Monetário Internacional (FMI) entrou em acção, injectando 2,1 mil milhões de dólares no país, com um acrescento de 2,5 mil milhões de dólares pelos países nórdicos. O povo revoltou-se e saiu à rua.


Lição democrática n.º 1: Pacificamente, os islandeses começaram a concentrar-se, todos os dias, em frente ao Althingi [Parlamento] exigindo a renúncia do governo conservador de Geir H. Haarde em bloco. E conseguiram. Foram convocadas eleições antecipadas e, em Abril de 2009, foi eleita uma coligação formada pela Aliança Social-Democrata e o Movimento Esquerda Verde - chefiada por Johanna Sigurdardottir, actual primeira-ministra.


Durante esse ano, a economia manteve-se em situação precária, fechando o ano com uma queda de 7%. Porém, no terceiro trimestre de 2010 o país saiu da recessão - com o PIB real a registar, entre Julho e Setembro, um crescimento de 1,2%, comparado com o trimestre anterior. Mas os problemas continuaram.




Lição democrática n.º 2: Os clientes dos bancos privados islandeses eram sobretudo estrangeiros - na sua maioria dos EUA e do Reino Unido - e o Landsbanki o que acumulava a maior dívida dos três. Com o colapso do Landsbanki, os governos britânico e holandês entraram em acção, indemnizando os seus cidadãos com 5 mil milhões de dólares [cerca de 3,5 mil milhões de euros] e planeando a cobrança desses valores à Islândia.


Algum do dinheiro para pagar essa dívida virá directamente do Landsbanki, que está neste momento a vender os seus bens. Porém, o relatório de uma empresa de consultoria privada mostra que isso apenas cobrirá entre 200 mil e 2 mil milhões de dólares. O resto teria de ser pago pela Islândia, agora detentora do banco. Só que, mais uma vez, o povo saiu à rua. Os governos da Islândia, da Holanda e do Reino Unido tinham acordado que seria o governo a desembolsar o valor total das indemnizações - que corresponde a 6 mil dólares por cada um dos 320 mil habitantes do país, a ser pago mensalmente por cada família a 15 anos, com juros de 5,5%. A 16 de Fevereiro, o Parlamento aprovou a lei e fez renascer a revolta popular. Depois de vários dias em protesto na capital, Reiquiavique, o presidente islandês, Ólafur Ragnar Grímsson, recusou aprovar a lei e marcou novo referendo para 9 de Abril.


Lição democrática n.º 3: As últimas sondagens mostram que as intenções de votar contra a lei aumentam de dia para dia, com entre 52% e 63% da população a declarar que vai rejeitar a lei n.o 13/2011. Enquanto o país se prepara para mais um exercício de verdadeira democracia, os responsáveis pelas dívidas que entalaram a Islândia começam a ser responsabilizados - muito à conta da pressão popular sobre o novo governo de coligação, que parece o único do mundo disposto a investigar estes crimes sem rosto (até agora).


Na semana passada, a Interpol abriu uma caça a Sigurdur Einarsson, ex-presidente-executivo do Kaupthing. Einarsson é suspeito de fraude e de falsificação de documentos e, segundo a imprensa islandesa, terá dito ao procurador-geral do país que está disposto a regressar à Islândia para ajudar nas investigações se lhe for prometido que não é preso.


Para as mudanças constitucionais, outra vitória popular: a coligação aceitou criar uma assembleia de 25 islandeses sem filiação partidária, eleitos entre 500 advogados, estudantes, jornalistas, agricultores, representantes sindicais, etc. A nova Constituição será inspirada na da Dinamarca e, entre outras coisas, incluirá um novo projecto de lei, o Initiative Media - que visa tornar o país porto seguro para jornalistas de investigação e de fontes e criar, entre outras coisas, provedores de internet. É a lição número 4 ao mundo, de uma lista que não parece dar tréguas: é que toda a revolução islandesa está a passar despercebida nos media internacionais.

sábado, 26 de março de 2011

REGIONALIZAÇÃO: "CENTRALISMO É RAZÃO DO FRACASSO", diz Defensor Moura.

"Centralismo é razão do fracasso e depressão económica do país",

                                                                                             diz Defensor Moura.

O ex-candidato presidencial e defensor da regionalização Defensor Moura atribuiu hoje ao “excessivo centralismo” da Administração Pública o “fracasso” e a “depressão económica” cíclica que Portugal vive desde o 25 de abril, marcado por “picos de pseudodesenvolvimento”.

Este atraso [no país] é principalmente provocado pelo excessivo centralismo da nossa Administração Pública”, defendeu o deputado socialista, sublinhando que Portugal é um país “centralizadíssimo” e quase “pessoalizado”.

Defensor Moura falava hoje no jantar palestra “Pela Democracia Regional”, organizado pelo Movimento Cívico “Regiões, Sim!”, cujo principal rosto é o deputado do PSD Mendes Bota e onde estiveram presentes cerca de 60 pessoas.

Segundo o médico, que já foi presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, os regionalistas têm sido “muito pacíficos” na luta pela causa, pelo que defende que haja uma “maior reivindicação”.

“O centralismo está a agravar-se e se continuamos calados qualquer dia somos um número”, afirmou, recordando que os países europeus desenvolvidos estão divididos em regiões administrativas, processo que a Grécia também iniciou recentemente.

Para o deputado socialista, o poder central é a “fonte de todos os males do regime democrático” e o pior, acrescentou Defensor Moura, é que o “centralismo maléfico é cada vez maior”.

Quando o governo faz transferência de competências relativamente às escolas para os municípios não está a transferir poder mas sim trabalho”, exemplificou, lamentando que as potencialidades das regiões “estejam a ser desperdiçadas”.

(in DiáriOnlineAlgarve)

JÁ REGRESSARAM, AS ANDORINHAS.

Ninho andorinha
Ninho andorinha
      
          Dois dias antes da data em que no ano passado aqui foi anunciado o regresso a estas paragens, aí estão de novo as andorinhas, indiferentes ao frio e à chuva que se faz sentir por estas bandas neste início de Primavera. Já ontem à tarde, atraído pelo seu estridente chilrear, tinha visto uma delas pousada na antena da TV, mas só esta manhã constatei que um dos ninhos, construído na última Primavera no beiral do telhado, estava ocupado.

          Pois que voltem a sentir-se bem nestes próximos seis meses, antes de regressarem às paragens mediterrânicas do continente africano e do asiático.

       

sexta-feira, 25 de março de 2011

MUDANÇA DA HORA (HORA DE VERÃO)

[image_preview+Relógio+do+sol.jpg]

Em conformidade com a legislação, a hora legal em Portugal continental:
  • será adiantada de 60 minutos à 1 hora de tempo legal (1 hora UTC) do dia 27 de Março e atrasada de 60 minutos às 2 horas de tempo legal (1 hora UTC) do dia 30 de Outubro.

CALENDÁRIO DESPORTIVO PARA O FIM DE SEMANA.




Jogos para  26 e 27 de Março de 2011:

Seniores - Domingo 27 - 16h

UDL * Neves
____________________________________
Juniores - Sábado 26 - 15h

UDL * Vianense
____________________________________

Juvenis - Sábado 26 - 15h

Correlhã * UDL
____________________________________

Iniciados - Domingo 27 - 10h - Torneio Extraordinário de Iniciados

UDL * Paçô
_____________________________________

Infantis - Sábado 26 - 10h

UDL * Ancora Praia
_____________________________________

Benjamins - Sábado 26 - 10h

Moreira do Lima * UDL
______________________________________

Veteranos - Sábado 26 - 17h

UDL * Fragoso
______________________________________

Futsal Feminino - Quinta Feira 24 - 21h

UDCPL * Esc. Futsal Zona Fut

quarta-feira, 23 de março de 2011

ENVELHECER COM SAÚDE.

                        Presente e Passado. Os extremos, tocam-se.

              Uma acção do programa "ENVELHECER COM SAÚDE" da Câmara Municipal de Viana do Castelo dedicada à ocupação de tempos livres dos idosos, foi hoje levada a efeito na Escola Superior de Educação (ESE) da sede do distrito, tendo nela participado mais de centena e meia de pessoas de ambos os sexos, com predominância feminina, provenientes de quatro freguesias do concelho, entre as quais a de Lanheses, a mais representada de todas.
                                             Antes de começar, dois dedos de conversa.

 
             
              Com a colaboração de um par de animadores especializados em dança de salão e em animação de eventos, os participantes tiveram oportunidade de aprender e executar alguns passos das mais conhecidas danças, aos pares e em grupo, durante cerca de hora e meia que durou o convívio, sempre debaixo do incentivo das animadoras responsáveis dos grupos presentes, com destaque para as de Lanheses, Catarina e Joana, incansáveis na acção de incentivarem os menos afoitos ou tímidos.

                                                      Começa a dança...
                

                                      ...e segue.




                                      Acabou a borga. Queriam mais?

           Estão previstas para breve outras actividades no âmbito do programa atrás referido as quais serão publicitadas, em tempo oportuno, pelas referidas promotoras sediadas no Centro Pastoral desta freguesia, onde os interessados podem informar-se convenientemente.


       

segunda-feira, 21 de março de 2011

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.

         CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DA AF VIANA DO CASTELO.

         Neiva:
                      Castelense, 0 - UD LANHESES, 1

         A vitória em Castelo do Neiva confirma a melhoria que há alguns jogos a esta parte temos vindo a constatar na equipa do União Desportiva de Lanheses, afastando completamente quaisquer receios de não continuar no escalão que merece.
         Parabéns aos rapazes do UDL e ao seu treinador, Domingos Morais.

                        RESULTADOS DA JORNADA E CLASSIFICAÇÃO GERAL

JORNADA 212011-03-20
Visitado
Visitante
Monção 1-2 CorrelhãSugerir Video
GD Moreira do Lima 4-1 Artur RegoSugerir Video
Ponte da Barca 2-0 AncorenseSugerir Video
AD Chafé 0-1 CerveiraSugerir Video
AD Campos 1-2 SC CourenseSugerir Video
Neves FC 1-0 TávoraSugerir Video
Castelense 0-1 UD LanhesesSugerir Video
JORNADA 222011-03-27
Visitado
Visitante
Artur Rego 27/03 Correlhã
Ancorense 27/03 GD Moreira do Lima
Cerveira 27/03 Ponte da Barca
SC Courense 27/03 AD Chafé
Távora 27/03 AD Campos
UD Lanheses 27/03 Neves FC
Castelense 27/03 Monção
Pos.EquipaPJVEDGMGS

1Cerveira522117134111
2Ponte da Barca502115513716
3Neves FC452114344219
4Correlhã372111463627
5Monção30218672825
6SC Courense26217592726Subiu 3 posições
7Ancorense26216871520Desceu 1 posições
8Artur Rego26216872028Desceu 1 posições
9Castelense252174102123Desceu 1 posições
10GD Moreira do Lima242173112633
11UD Lanheses242173112130
12Távora20214891525
13AD Chafé132134142448
14AD Campos112132161335