terça-feira, 31 de agosto de 2010

DEFENSOR, VAI P'RO ALGARVE PARA FALAR COM MACÁRIO.

Política

Candidato presidencial Defensor Moura vem ao Algarve discutir Regionalização


Foto

        Defensor Moura prossegue, agora no Algarve, a sua pré-campanha para a Presidência de República, tendo agendado um encontro com o presidente da Câmara Municipal de Faro, o social democrata Macário Correia, cujo tema de conversa principal será o da regionalização do país.

         O candidato socialista que participa nas eleições para o mais alto cargo da Nação sem o apoio do PS, embora fazendo parte na Assembleia da República como seu deputado pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo, vai defender as principais linhas de força do seu programa que incluem a defesa do serviço nacional de saúde e a criação de cinco regiões administrativas para o país.



segunda-feira, 30 de agosto de 2010

PARA A ETERNIDADE.

    

         EMÍLIA DIAS CORREIA, de 91 anos de idade, viúva de Godofredo Pereira Pinto, residente no Largo Capitão Gaspar de Castro (Benemérito) faleceu, ontem, 30.08.2010, no CHAM, por motivo de doença.

         O corpo desta nossa conterrânea, que se encontra em câmara ardente na capela mortuária de Nossa Senhora da Esperança, à Rua da Estrada da Igreja, desta freguesia, vai ser trasladado para o cemitério paroquial, pelas 19 horas de hoje, terça-feira, para, após cerimónias religiosas a decorrer na Igreja local, ir a sepultar em campa da família.

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA

1º TORNEIO DE VERÃO 2010 

Resultados

Jogo Nº 1- Moreira do Lima 3 * Arcozelo 1

Jogo Nº 2 - U.D. Lanheses 1 * Bertiandos 0

Jogo Nº 3 - Arcozelo 3 * Bertiandos 2

Jogo Nº4 - U.D. Lanheses 2 * Moreira do Lima 0

Classificação Final

1º UD Lanheses
2º Moreira do Lima
3º Arcozelo
4º Bertiandos

domingo, 29 de agosto de 2010

VOLTANDO ÁS LONTRAS.

       
          Porque ainda não estou convencido de que os animais que escolheram para habitat a zona das águas estagnadas do pontão da Avenida Rio Lima, não sejam lontras, vou manter esta minha convicção até estar da posse de dados que espero obter nos departamentos especializados.

          Nas observações que diariamente faço no local, (ontem, com a participação de um amigo que não perfilha a mesma opinião que eu sustento sobre a catalogação da espécie) tivemos oportunidade de seguir as movimentações dos animais, sempre muito irrequietos e versáteis nos seus movimentos entre os dois lados da ponte.

          Estas são algumas das fotografias por mim obtidas, tencionando publicar oportunamente outras que tenho em carteira e que me foram cedidas pelo meu companheiro de observação, logo que tenha ultrapassado a insuficiência de preparação técnica no uso desta tecnologia cibernética.

        

INCÊNDIO DESTROI CARPINTARIA (em actualização)

  
          Um incêndio que deflagrou esta madrugada no armazém da carpintaria de Francisco Dias, no lugar da Rocha, devorou por completo a ala poente das instalações que serviam de armazenamento do stock de madeiras para confeccionar.

          O sinistro terá tido início cerca das seis horas da manhã, dele se tendo apercebido uma moradora do lugar que, de imediato, procurou ajuda junto do seu vizinho António Costa, residente nas imediações do incêndio que, por sua vez, deu conhecimento ao responsável da carpintaria em chamas.

          Alertados os bombeiros, estes compareceram no local e iniciaram o combate ao fogo, tendo conseguido circunscrevê-lo à parte onde se encontravam madeiras secas e obra já feita, evitando a sua propagação à zona da laboração onde se encontram as máquinas, as quais nada sofreram.
          `À hora em que escrevemos esta notícia prosseguem as operações do rescaldo, tendo sido para o efeito usada uma escavadora para remover os destroços.

           Segundo o encarregado da carpintaria, Benjamim Rocha, no local encontravam-se uma considerável quantidade de madeira seca, alguma dela exótica de elevado custo, bem como obra já pronta para entrega num valor total estimado de cinquenta mil euros, não podendo garantir, neste momento, que o seguro contratado possa cobrir , ainda que parcialmente, o prejuízo.

            Não são ainda conhecidas as causas do incêndio não sendo de excluir a hipótese de ter origem na ocupação ilegal do espaço por pessoas que, vindas da romaria de São João d'Arga, tivessem usado o local de fácil acesso, para práticas ilegais.

            Uma força da GNR do posto de Lanheses, compareceu no local para tomar conta da ocorrência e proceder ao inquérito para apuramento de responsabilidades.

            Ainda recentemente demos conta neste blogue, com inserção de fotografias, da antiga fábrica da telha e olaria que ali, em tempos funcionaram, chamando a atenção para as suas interessantes colunas e paredes construídas pelo tijolo burro cozido nos fornos existentes no mesmo local onde agora ocorreu o incêndio.

EM BAIXO: as instalações atingidas, antes do incêndio.
 A parte destruída pelas chamas.

Lindo pormenor interior da parte destruída.

sábado, 28 de agosto de 2010

INSANABILIDADE OU PRECONCEITO?

    
        Desde a sua entrada em funcionamento em 1979, a agora designada Escola Secundária EB 2,3/S, sediada na antiga Quinta da Barrosa, nesta freguesia, tem vindo a utilizar o Pavilhão da Casa do Povo de Lanheses para ali cumprir as exigências curriculares dos seus alunos na área da actividade de educação física e desportiva, por inexistência no corpo principal do estabelecimento de ensino de um equipamento de raiz específico coberto para desenvolver aquela disciplina.

        A utilização obedeceu a um protocolo assinado entre as partes obrigando-se o Estado, representado pela Escola, a pagar o tempo de ocupação do pavilhão nas aulas, o qual, desde o seu início, foi fixado pelo limite máximo da Tabela legal, tendo vindo a ser actualizado ao longo dos anos por despacho ministerial atingindo neste momento os 19€/hora. No ano lectivo findo, o tempo de ocupação diária era de 10 horas.

        O Pavilhão da Casa do Povo é, frequentemente, utilizado para outros eventos e a sua Direcção entendeu ali efectuar obras para  melhorar as condições para o efeito. Porém, os trabalhos entretanto levadas a cabo, os quais, basicamente, consistiram na abertura através da bancada de uma ligação de acesso directo do ringue a uma dependência que seria utilizada, ocasionalmente, como cozinha, não terão sido aprovadas pela Direcção da Escola e das entidades superiores do Ministério da Educação, que não foram solicitadas para se pronunciarem sobre as alterações e consideraram que, tal como foram concebidas e concluídas e a natureza do uso que intentaram dar-lhe, a ocupação do recinto nas actuais condições poria em risco a segurança física dos alunos, estando as referidas entidades na disposição de prescindir da sua utilização caso subsistam as alterações efectuadas.

          A manter-se este impasse entre as entidades envolvidas, o Conselho Executivo da Escola EB 2.3/S, propõe-se fazer deslocar para a vizinha freguesia de Fontão os alunos em transporte alugado, sendo considerada bastante para cobrir o encargo que a iniciativa acarreta a verba actualmente paga à Casa do Povo.

         Não havendo entendimento, a receita da Casa do Povo deixa de contar com cerca de VINTE MIL euros por ano de rendimento (aproximadamente) e os alunos e os seus professores, que actualmente percorrem a pé curta distância que separam as duas instalações, terão que  fazer alguns quilómetros diários, de ida e volta, à freguesia do concelho de Ponte de Lima.
       
  
       

LER, PENSAR E NÃO ESQUECER.

          Em Paulo Coelho's Blog, busquei estas pérolas sobre o que pensa de nós, homens, aquele bocadinho de osso extraído do nosso corpo durante o sono para condicionar a nossa vida terrena e, quiçá, a eterna também.

          Arquivem-nas, para as poder reler em cada momento apropriado. Vejam:

                         Porque amamos os homens



 (Chama-se a atenção para o uso do português do Brasil e do acordo ortográfico na escrita do texto)
  
-Amamos os homens porque eles não conseguem fingir um orgasmo, mesmo que queiram.
-Porque jamais vão nos entender, e mesmo assim continuam tentando.
-Porque conseguem ainda ver nossa beleza, mesmo quando nós mesmos já somos incapazes de acreditar nisso.
-Porque entendem equações, política, matemática, economia, e desconhecem o coração feminino.
-Porque são amantes que só descansam quando nós temos (ou fingimos) prazer.
-Porque conseguiram elevar o esporte a algo próximo a uma religião.
-Porque jamais tem medo do escuro.
-Porque insistem em consertar coisas que estão além de suas habilidades, e se dedicam a isso com o mesmo entusiasmo de um adolescente, e se desesperam quando não conseguem.
-Porque são como romãs: grande parte é impossível digerir, mas as sementes são deliciosas.
-Porque jamais ficam comentando o que o vizinho pode pensar.
              (gosto,particularmente, desta)
-Porque sabemos sempre o que estão pensando, e quando abrem a boca dizem exatamente o que imaginávamos.
-Porque jamais sonharam em se torturar com saltos altos.
-Porque adoram explorar nosso corpo, e conquistar nossa alma.
-Porque uma garota de 14 anos pode deixá-los em silêncio, e uma mulher de 25 consegue domá-los sem muito esforço.
-Porque são sempre atraídos por extremos: opulentos ou ascéticos, guerreiros ou monges, artistas ou generais.
-Porque fazem o possível e o impossível para tentar esconder suas fragilidades.
-Porque o maior medo de um homem é não ser um homem – o que jamais passa pela cabeça de uma mulher (não ser uma mulher).
-Porque sempre terminam a comida que está no prato, e não sentem culpa por causa disso.
-Porque acham uma graça imensa em temas completamente desinteressantes, como o que aconteceu no trabalho, ou marcas de carros.
-Porque são dotados de ombros onde conseguimos dormir sem muito esforço.
-Porque estão em paz com seus corpos, exceto pequenas e insignificantes preocupações a respeito de calvície e obesidade.
-Porque tem uma coragem impressionante diante de insetos.
-Porque jamais mentem sobre a idade que têm.
-Porque apesar de tudo que tentam demonstrar, não conseguem viver sem uma mulher.
-Porque quando dizemos a um deles “eu te amo”, sempre pedem para que a gente explique exatamente como.
           (e, desta, também...)

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.

          CALENDÁRIO DAS PROVAS DA AFV CASTELO - ÉPOCA DE 2010/2011

SORTEIO DA 1ª DIVISÃO DE HONRA

União Desportiva de Lanheses

Calendário Campeonato Distrital da 1ª Divisão de Honra

Época 2010/2011 – Escalão: Seniores

Setembro -  Taça Ramiro Marques

12/09/10 -  16.00h -  Artur Rego * UDL

19/09/10 -  16.00h -  2ª Eliminatória

26/09/10 - 17.00h -  ½ Final

Outubro

1ª - 03/10/10 - 15.00h - UDL * Correlhã

2ª - 10/10/10 - 15.00h -  Artur Rego * UDL

3ª -  17/10/10 -  15.00h - UDL * Ancorense

4ª -  24/10/10 -  15.00h -  Cerveira * UDL

5ª -  31/10/10 -  15.00h -  UDL * Courense

Novembro

 6ª -  07/11/10 -  15.00h -  Távora * UDL

7ª -  14/11/10 -  15.00h  -  Monção * UDL

8ª - 21/11/10 -  15.00h -  UDL * Castelense

9ª  -  28/11/10 -  15.00h -  Neves * UDL

Dezembro

1ª Elim. Taça AFVC -  01/12/10 -  14.30h -  UDL * Moreira

10ª -  05/12/10 -  15.00h -  UDL * Campos

11ª -  12/12/10 -  15.00h -  Chafé * UDL

12ª -  19/12/10 -  15.00h -   UDL * Ponte da Barca

Janeiro

13ª -  02/01/11 -  15.00h -  Moreira do Lima * UDL

14ª -  09/01/11 -  15.00h -  Correlhã * UDL

1ª Mão Final -  16/01/11 -  14.30h -  Taça Ramiro Marques

15ª -  23/01/11 - 15.00h -  UDL * Artur Rego

16ª -  30/01/11 -  15.00h  - Ancorense * UDL

Fevereiro

 17ª -  06/02/11 -  15.00h - UDL * Cerveira

18ª -  13/02/11 -  15.00H -  Courense * UDL

2ª Mão Final -  20/02/11 - 14.30h -  Taça Ramiro Marques

19ª - 27/02/11 -  15.00h -  Távora * UDL

Março

20ª -  06/03/11 -  15.00h -  UDL * Monção

2ª Elim.Taça AFVC -  13/03/11 -  14.30h -  A Sortear

21ª -  20/03/11 - 15.00h -  Castelense * UDL
22ª -  27/03/11 -  15.00h -  UDL * Neves

Abril

23ª -  03/04/11 -  16.00h -  Campos * UDL

24ª -  10/04/11 - 16.00h -  UDL * Chafé

25ª -  17/04/11 - 16.00h - Ponte da Barca * UDL
Taça AFVC -  22/04/11 - 15.30h -  ¼ Final Taça AFVC

Maio

 26ª -  01/05/11 - 16.00h -  UDL * Moreira do Lima

Taça AFVC  - 08/05/11 -  15.30h -  ½ Final Taça AFVC

Taça AFVC -  15/05/11 -  15.30h -  Final Taça AFVC

Taça Portugal -  22/05/11 -  17.00h  -  Final da Taça de Portugal

Super Taça AFVC   - 29/05/11 -  17.00h -  Festa da AFVC

ESCOLA TAMBÉM CRESCE.

     A nova ala, construída a norte.
  
         Vai já numa vintena de anos a entrada em funcionamento na antiga Quinta da Barrosa, da Escola Secundária EB, 2,3/S o que equivale a dizer que vai já em plena idade adulta. Cresceu, está naturalmente mais ampla e pujante, como uma jovem no gozo da sua adolescência feliz.

         Para responder às exigências do crescimento e às necessidades requeridas pela evolução do ensino foi edificado um novo bloco a norte do corpo principal, acrescentando ou criando valências que não existiam de raiz ou eram insuficientes para as necessidades do crescimento da Escola. Novas salas, gabinetes, anfiteatro e novos espaços para laboratórios, estão agora à disposição de professores e alunos a partir de 8 de Setembro, quando se iniciar o ano escolar de 2010/2011.

        O Agrupamento de Escolas de Arga e Lima, a que estão agregados vários Centros Escolares de freguesias circundantes, entre as quais vai ser anexado o de Vila Mou já a partir deste ano lectivo, continua a ser dirigido por Manuel Agostinho de Sousa Gomes, desde a fundação da Escola, à frente de um Conselho Executivo de que fazem parte os professores Ilídio Castro e Marinheiro.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

DEFENSOR MOURA DIZ AO QUE VEM.

Defensor Moura (LUSA)
         "A regionalização é uma pegada do meu percurso pessoal que quero reactivar e é a principal proposta da minha candidatura à Presidência da República", disse DEFENSOR MOURA, à saída do encontro com Carlos Lage, presidente da Comissão Coordenadora do Desenvolvimento Regional do Norte, sediada na cidade do Porto.

          O antigo Presidente da Câmara  e actual deputado à Assembleia da República pelo distrito de Viana do Castelo, prossegue na campanha para as eleições presidenciais a levar a efeito no próximo ano tendo saudando o candidato Francisco Lopes, ontem conhecido, que vai representar o Partido Comunista Português, considerando-a bem-vinda e útil por poder "diversificar o debate político" e "multiplicar os votos à esquerda".

          Ainda sobre as regiões administrativas, o Dr. Defensor Moura, garante que "são um passo fundamental para que Portugal se torne um país verdadeiramente desenvolvido".

          Ao assumir, claramente, como tema principal da sua campanha a regionalização do país, imediata e sem recurso a regiões piloto, Defensor, coloca a sua marca de estratega inteligente nos objectivos que escolhe e se propõe realizar.

terça-feira, 24 de agosto de 2010

NOTÍCIAS DAS LONTRAS.

         Eram 8H45, passava na ponte sobre "Olho" parando para ver se por ali já andavam as lontras que há dias descobri e divulguei neste blogue. Imóvel, junto à baia do lado nascente não avistei sinal de movimento no charco que indiciasse a presença dos animais. Preparava-me para ir a juzante, onde há mais quantidade de água, complementar a prospecção quando, a curta distância da minha posição, atravessava a estrada uma das lontras. Mantive-me imóvel e o animal, depois de vários movimentos junto à berma, caminhou na minha direcção ficando a escassos centímetros dos meus pés tentando, de cabeça erguida e algo inseguro, identificar qualquer perigo iminente. Com a aproximação de uma viatura sumiu-se rapidamente na vegetação para, momentos depois reaparecer e continuar as suas deambulações em cima da ponte para, a seguir, descer para a água.

         Continuando atento aos movimentos agora do lado poente reparei na agitação que havia na água e dei conta de que um segundo especimen, aparentemente maior do que o anterior, andava no local em deambulações e mergulhos, presumivelmente em busca de alimento.

         Pouco depois abandonei o local pesaroso de não ter comigo a máquina fotográfica para registar mais este momento interessante da fauna que vai enriquecendo, aos poucos, o "0lho" ressuscitado.
 Na imagem é visível o carreiro feito pela lontra, no valado. (Foto de arquivo)

Em tempo: há já algumas semanas que não se viam no ninho da chaminé do edifício Santa Eulália quaisquer cegonhas brancas. Hoje, cerca das 7h, uma delas encontrava-se lá tendo, presumo, passado ali a noite. Entretanto, algumas vezes, são avistadas em bandos numerosos a sobrevoar a zona urbana.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

DEFENSOR JÁ DÁ CAVACO.


         O candidato vianense às próximas eleições para o cargo de presidente da república, Defensor Moura, concedeu uma importante entrevista ao JORNAL DE NOTÍCIAS, (JN), hoje, onde revela o seu pensamento relativamente a questões que motivaram a sua candidatura à chefia da Nação e avalia as suas possibilidades de vir a ser eleito.

         Sendo deputado pelo nosso distrito à Assembleia da República e membro do Partido Socialista, a sua candidatura é apartidária, prescindindo do apoio do partido da sua filiação, o qual decidiu conceder o seu aval ao militante rosa Manuel Alegre.

         Nas suas declarações, Moura não poupa Cavaco Silva pelo modo como tem conduzido as suas relações com o actual Governo, aproveitando ao mesmo tempo para o acusar sobretudo pela falta de firmeza e sentido de oportunidade em assuntos da maior relevância para os portugueses.

        O terceiro candidato à corrida presencial (o também médico Fernando Nobre e o poeta-político Manuel Alegre anteciparam-no) divulga, ainda, aspectos relacionados com a promoção da sua campanha que se centrará, anunciou, na exploração dos meios cibernéticos, designadamente a internet, redes sociais e o twitter, esperando merecer, também, por parte dos media a atenção para melhor divulgar as suas ideias e objectivos.

sábado, 21 de agosto de 2010

HÁ LONTRAS NO "OLHO"!

       
  Há já alguns dias que dei conta de que, a montante do pontão que atravessa as águas estagnadas do que aqui se conhece por "olho", o qual, até há bem pouco, servia de vazadouro dos efluentes domésticos, as águas salobras residuais se agitavam denunciando que algo, submerso, se movimentava quase à superfície. Não levaria muito tempo que à tona do charco aparecesse uma cabeça escura, num corpo longilíneo e pêlo liso e escuro, de patas muito curtas e rabo extenso, estimando que o seu cumprimento total seria de cerca de 35/40 cm, e menos de 1 kg de peso, dirigindo-se para a margem permanecendo aí o tempo suficiente para perceber que se tratava de uma lontra.

          Continuando, nos dias seguintes, com a observação do local acabei por ver mais outro exemplar com idênticas características às referidas anteriormente, todavia com um tamanho aparentemente superior à primeira que avistei. Ontem, um novo especimen que, pelo tamanho significativamente inferior aos dois primeiros avistados presumo ser um filhote, entretinha-se a enlamear-se numa parte mais enxuta.


          As tentativas falhadas para obter fotografias foram, há pouco coroadas de sucesso, tendo podido colher algumas fotos de uma das lontras e, com tal êxito e colaboração do animal que esteve a escassos centímetros do local onde, sentado, a espiava!


          Não garantindo, por óbvias limitações do conhecimento da área, a validade científica da caracterização desta espécie, não muito abundante nos nossos rios e lagos, este animal tem a classificação científica de lutra longicaudis, é mamífero, habita em rios, lagoas e charcos, alimentando-se de peixes, crustâceos, répteis e pequenos mamíferos. De referir que, no local onde se encontram, é comum existirem lagostins de água doce considerados, aliás, uma praga de difícil extinção.

          Tive oportunidade de, no momento em que duas delas evoluíam mergulhando, do valado onde se vêem as tocas sob as raízes descarnadas dos salgueiros, para a água, ouvir uns guinchos estridentes podendo estes animais ao que apurei, ser capazes de emitir outros sons como chiar ou assobiar. Tem uma duração de vida a rondar os 25 anos.

          Registe-se o facto de ao "olho", depois de anos a servir de fossa ao ar livre, começarem a chegar sinais de regeneração natural. Para além das lontras, um casal de lindíssimos guarda-rios esvoaçavam por entre os amieiros tombados na água...

          Veremos, em breve, florir ali também os nenúfares?

ROMARIA D'AGONIA: SOL, FOLCLORE E SIMPATIA.

         
  Revista de Gigantones e Cabeçudos, é um dos momentos mais espectaculares da Romaria da Senhora d'Agonia, a decorrer em Viana do Castelo até amanhã,  que leva à monumental Praça da República, a sala de visitas do velho burgo da cidade. uma multidão de forasteiros para apreciar a animada movimentação dos gigantones e cabeçudos e ouvir o barulho ensurdecedor de dezenas de bombos das fanfarras à compita e a coreografia dos seus movimentos.

          Momentos antes, no coreto levantado junto do monumento a Caramuru, a banda de Vila Nova de Anha tocou melodias de sabor popular, as últimas com a colaboração dos artistas vianenses, João e Elsa Gomes, tendo esta última interpretado os versos de Pedro Homem de Mello celebrizados pela voz da divina Amália Rodrigues, "Havemos de ir a Viana", com todo o público presente no recinto a cantar e a aplaudir.

          Com o estado do tempo a colaborar, Viana do Castelo, consagrada como a capital do folclore  português, vai ter dentro de momentos outro dos grandes eventos do programa das festas com o desfile etnográfico e de costumes pelas principais ruas da cidade, verificando-se desde muito cedo, ao longo do percurso estabelecido, centenas de cadeiras reservadas e bancadas para a multidão que se prevê vir assistir a este espectáculo de cor e beleza incomparáveis.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

SALVEM-SE OS GELADOS!


   
         O puto viajava no banco de trás com o cinto de segurança bem ajustado, olhando a paisagem verde dos pinheiros que o fogo esquecera na vertente da serra, aparentemente indiferente à voz da locutora que saía das colunas do carro a ler o serviço noticioso das 20 horas, da TSF:

         -"O incêndio, que há oito dias devasta o Parque Nacional da Peneda-Gerez..."

         - Ó papá, a casa do avô não vai arder, pois não?, pergunta a criança, subitamente desperta do seu fingido alheamento por uma dúvida inquietante.

         - Não, isso não vai acontecer, filho. A casa dos avós está muito longe das chamas. Mas, por que perguntas?, interpelou o pai, curioso de saber a razão do interesse da criança.

         - Por causa dos geladinhos que estão no frigorífico, com o calor derretiam todos e depois não tínhamos para comer, respondeu.

         Meu Deus, que ao menos se salvem os gelados.

        

       

VAI ABRIR A ESCOLA DA BOLA.

         O União Desportiva de Lanheses (UDL) anuncia a abertura da sua actividade de formação na área do futebol, para a época de 2010/2011, abrindo as suas instalações do Estádio 15 de Agosto aos jovens de todas as idades que pretendam praticar o desporto-rei.

         Eis o calendário:


CAPTAÇÕES 2010/2011

terça-feira, 17 de agosto de 2010

XXIV CONCURSO DE QUADRAS DAS FESTAS D'AGONIA.

http://1.bp.blogspot.com/_fpc2yP4Wlus/TCiB68wPx1I/AAAAAAAAGJA/w0JjbLXmxtQ/s1600/Romaria+D%27Agonia+2010.jpg              
            O jornal "A AURORA DO LIMA" fez publicar no número especial dedicado à Romaria da Senhora d'Agonia, que decorre em Viana do Castelo de 20 a 22 do corrente, o resultado do XXIV Concurso de Quadras das Festas d'Agonia, tendo sido atribuídas às vinte primeiras os seguintes lugares:

                                 1ª Classificada/1º Prémio


                             CHINELAS, MEIAS DE RENDA,
                             TRAJE LINDO, BELO ROSTO...
                             -É VIANA NUMA LENDA
                             QUE SE CANTA EM CADA AGOSTO.
                                                            Porfírio Miranda

 2ª Classificada/2º Prémio                   3ª Classificada/3º Prémio


FUGIU O MEU CORAÇÃO                   A PROCISSÃO VAI AO MAR,
FOI ÀS FESTAS D'AGONIA,                 MAS LOGO VOLTA À RIBEIRA,
NO MEIO DA MULTIDÃO                    MEU AMOR VEM NAVEGAR,
EM TEU PEITO SE ESCONDIA.           NO MEU BARCO A VIDA INTEIRA!
                         Luar                                                    Euclides Rios

4ª Classificada/4º Prémio                             5ª Classificada

NO ARDER DA CACHOEIRA               ANTES DE MORRER NO MAR,
EU DEI-TE MINHA MORADA              SUBIA O FOGO DO MEIO;
VI-TE PÔ-LA NA ALGIBEIRA              MAS DESCIA O MEU OLHAR
AO AMOR ACONCHEGADA.               PARA VIVER NO TEU SEIO.
                    José Bacelar                                             Euclides Rios
             6ª Classificada                               7ª Classificada/ 
                                                                      5º Prémio
NA SENHORA D'AGONIA                     Ó SENHORA D'AGONIA   
CORAÇÕES SÃO CARROCEL               ONDE HÁ FOGO, HÁ BAILARICO...
À RODA DA FANTASIA                        TAMBÉM ME CHAMO MARIA,
NUM VIRA À VOLTA DO CÉU.            MAS VIRGEM É QUE NÃO FICO!
                    José Bacelar                                              Jorge Leitão

8º Classificado/6º Prémio                             9º Classificado
                                                       
Ó SENHORA D'AGONIA                        CACHOEIRA, ÁGUA ARDENTE,
TIRA O MANTO DE TRISTEZA,            BEIJA O RIO P'RA MORRER,
VESTE O TRAJE D'ALEGRIA,                MAS O TEU BEIJO FREMENTE
DICAS LINDA À VIANEZA!                   DÁ-ME FORÇA P'RA VIVER!
          Cândida Maria Martins                                         Euclides Rios
                                            10ª Classificada
                                       A SENHORA D'AGONIA
                                       MORA NAS ONDAS DO MAR
                                       NAS FESTAS TEM MORADIA
                                       NUMA QUADRA POPULAR.
                                                       José Bacelar

         11ª Classificada                               12ª Classificada/
                                                                     7º Prémio
LIMONADA N'AGONIA                           NA SENHORA DA AGONIA
UM PREGÃO QUE SE PERDEU.             VIANA FAZ SEU POEMA;
-AI A SEDE QUE EU SENTIA                  AS ONDAS SÃO MELODIA...
DE BEBER UM BEIJO TEU!                    E O LUAR DÁ-LHES O TEMA.
             Porfírio Miranda                                            Melodia

         13ª Classificada                                     14ª Classificada
DEPOIS DO FOGO DO MEIO,                 ERAS FOGO N'AGONIA,
FOMOS DANÇAR À RIBEIRA;                QUANDO TE VI E TOQUEI,
PUSESTE A MÃO NO MEU SEIO,           ERAS FOGO E NÃO SABIA
MEU ROSTO VIROU FOGUEIRA.           POR TE TOCAR ME QUEIMEI.
             Leopoldo                                      António Manso Gigante

         15ª Classificada                                       16ª Classificada

PEIXEIRINHA DA RIBEIRA,                    NAQUELE "FOGO DO MEIO"
VAIS AO MAR EM PROCISSÃO!             MEUS OLHOS VIRAM OS TEUS
ÉS A LINDA TIMONEIRA,                       FOI LUME... FOI DEVANEIO...
DO MEU POBRE CORAÇÃO.                  FOI FESTA...DEPOIS ADEUS.
              Jobomire                                            António Ramos Novo

          17ª Classificada                                       18ª Classificada

SENHORA QUE IDES AO MAR               SÃO AS FESTAS D'AGONIA
MEU AMOR DE LÁ TRAZEI;                  LABAREDAS CREPITANTES;
MORRO DE TANTO ANSIAR,                 DÃO VIDA, DÃO ALEGRIA,
VIVER SEM ELE EU NÃO SEI.                SÃO DELÍRIOS DOS AMANTES!...
                 Remígio Costa                                                      Alegria


          19ª Classificada                                        20ª Classificada

NO TEU FATO À VIANEZA                     OS TAPETES DA RIBEIRA,
NÃO PARASTE DE BAILAR,                    EM CADA RUA MODESTA,
MINHA ALMA FICOU PRESA                  CADA PEDAÇO DE CHÃO,
NA DANÇA DO TEU OLHAR.                  É UM PEDAÇO DE FESTA.
                 Joaquim Arantes                                              Cuca
    
         Tendo sido esta a primeira vez que submeti ao concurso quadras da minha autoria vi, não sem alguma surpresa,  uma delas ser incluída entre as vinte melhores seleccionadas pelo júri o que me deixou, obviamente, bastante satisfeito e com vontade de, no próximo ano, intentar chegar um pouco mais longe...

VIRADO AO N

       Um dos "Canadair" sobrevoando o Largo Capitão Gaspar de Castro, em Lanheses.

           MÁRIO SOARES E OS INCÊNDIOS:

          Respiguei, do DN de hoje, o parágrafo abaixo, de uma crónica do doutor MÁRIO SOARES:
«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«
"A grande falta - há que o reconhecer - é de, em devido tempo, não termos sido capazes das acções preventivas de protecção e limpeza das florestas, dos parques florestais e das grandes áreas abandonadas ao mato e ao restolho, que não se sabe sequer a quem pertencem. Ainda há poucas semanas, estive em Arcos de Valdevez e visitei o parque florestal lindíssimo da Peneda-Gerez e o Soajo. Toda a gente se me queixou da perda de meios humanos e materiais para protecção do parque. Faltam guardas, não há cantoneiros para limpar as estradas, ninguém corta o mato das propriedades abandonadas e poucos saberão a quem pertencem.
Contudo, representam, segundo escreveu o Expresso, um quinto do território nacional. Como é possível este abandono? Com tanta gente desempregada, que recebe o subsídio de desemprego - e depois faz biscates, numa espécie de economia paralela - ,não seria melhor empregar umas centenas ou mesmo milhares dessas pessoas para cuidarem das florestas e dos parques - que constituem uma grande riqueza nacional - e para fiscalizarem e limparem os baldios abandonados? Ao mesmo tempo que se deve - quanto antes - inventariar todas as terras abandonadas e conhecer todos os seus proprietários, comprando-lhes os terrenos ou, se não quiserem, obrigando-os a pagar uma coima pelo abandono?"

 »«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»«»

            Há escassos dias, neste blogue, num post intitulado "NO FOGO, QUE MAIS ARDE É O POVO", escrevi o seguinte;

          "Há fogos todos os anos e desde sempre. Não podem ser resolvidos apenas na época em que mais acontecem, mesmo que se interrompam férias para formular pungentes votos de solidariedade para com as vítimas abandonadas à sua sorte ou apregoar que "tudo está a ser feito",  para, vindo o Outono, dar o protagonismo aos brilhantes tribunos da Assembleia da República e esperar pelo próximo verão para ver de novo Portugal a arder."

          Desde que regressou a Portugal em 1974, até há sua passagem à condição de aposentado de luxo, o doutor Mário Soares foi dirigente do Partido Socialista, deputado à Assembleia da República, Primeiro Ministro, Presidente da República, e liderou outros cargos em centros de decisão públicos e privados da vida política e social da Nação Portuguesa.
          Tendo estado tantos anos no exercício dos referidos cargos é possível que tenha desenvolvido um trabalho árduo e profícuo para acabar, ou pelo menos debelar, o flagelo dos incêndios em Portugal. Desconheço se, no seu vastíssimo e valioso espólio dos relevantes serviços prestados ao país, constam os êxitos alcançados nesta matéria, mas, pelo que a realidade nos oferece constatar, não terão sido assim tantos. Foi pena, apesar de tudo, de não ter tido oportunidade, quiçá tempo, de por em prática as medidas "originais" que agora revela ou, então, sugeri-las a quem de direito para que pudessem ser levadas à prática.


          Não o tendo feito no tempo certo, o que hoje vem dizer o doutor Mário Soares vale tanto como chamar os "canadair" quando na mata já nada mais há para arder..

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

ABAIXA-TE, OH! SERRA D'ARGA....

      
       O castiço lugar do Cerquido, da freguesia de Estorãos (Ponte de Lima)

 
          ABAIXA-TE, OH SERRA D'ARGA
          
          QUE EU QUERO VER O CERQUIDO


          QUERO VER SE O MEU AMOR


          PELO FOGO FOI COMIDO.

          É claro que a estrofe popular que o Rancho de Santa Marta de Portuzelo (e não só) celebriza por todo o mundo através do seu reportório é bem diferente da que eu acima adulterei, nos segundo e quarto versos, para servir de introdução à notícia do fogo que, desde a manhã de hoje, principiou no lugar do Cerquido, da freguesia de Estorãos, do concelho de Ponte de Lima, situado no sopé da vertente leste da Serra d'Arga.

       
          Segundo notícias colhidas através dos noticiários o incêndio terá tido início naquele referido lugar, passando rapidamente ao monte onde se situa a capelinha de Santa Justa para, neste fim de tarde, chegar ao lado sul do maciço da serra do Templo da Senhora do Minho onde as chamas devoram o espesso mato ali existente.


          Um avião Canadair tem vindo a sobrevoar Lanheses para se abastecer em Viana na foz do Lima, descarregando a seguir a água alojada no depósito nas labaredas da encosta, produzindo espessas colunas de fumo negro do anidrido carbono (ou dióxido de carbono - CO2) que se vão espalhando no céu cobrindo o sol. Sente-se o cheiro intenso da combustão e o efeito nefasto que  provoca no ar denso e abafado, a dificultar a respiração.

          Não é possível avançar com uma previsão da circunscrição das chamas ao local onde agora deflagram e se há risco de, na noite que vai em breve cair e impossibilita o combate, o incêndio poderá chegar aos limites do monte da nossa freguesia ou se finda por ali.