sábado, 31 de julho de 2010

HOJE, HÁ FOLCLORE.

         É já hoje, à noite (21H30) que, no Terreiro da Casa do Paço de Lanheses (Casa dos Condes de Almada), se vai realizar o XXXI FESTIVAL NACIONAL DE FOLCLORE DA CASA DO POVO DE LANHESES.

Aproveitem o convite abaixo e não faltem!



sexta-feira, 30 de julho de 2010

PURIFICANDO O MUNDO, PAULO COELHO'S BLOG..

          ESTA NÃO RESISTO A COPIAR.

( http://paulocoelhoblog.com)


– Como purificamos o mundo?- perguntou um discípulo.
Ibn al-Husayn respondeu:
– Havia um sheik em Damasco chamado Abu Musa al-Qumasi. Todos o honravam por causa de sua sabedoria, mas ninguém sabia se era um homem bom.
“Certa tarde, um defeito de construção fez com que desabasse a casa onde o sheik vivia com a sua mulher.Os vizinhos, desesperados, começaram a cavar as ruínas; em dado momento, conseguiram localizar a esposa do sheik.
“Ela disse: “Deixem-me. Salvem primeiro o meu marido, que estava sentado mais ou menos ali”.
“Os vizinhos removeram os destroços no lugar indicado, e encontraram o sheik. Este disse:” Deixem-me. Salvem primeiro a minha mulher, que estava deitada mais ou menos ali.”

VIRADO AO N.

          A VOLATILIDADE DAS CONVICÇÕES POPULARES.

          Pedro Passos Coelho, tendo ganho as eleições para a presidência do PPD/PSD, adquiriu o estatuto de líder do maior partido da oposição passando, mercê disso, a concitar sobre a sua figura as luzes dos holofotes das câmaras e microfones de tvs  e dos gravadores e máquinas fotográficas dos jornalistas, sedentos de proporcionarem às audiências dos media que representam a imagem e discurso do jovem político candidato ao lugar de primeiro ministro.

          Seja num congresso ou numa inusitada visita a um bairro social degradado, um pequeno gesto ou um banal comentário saído de uma "figura pública", depois passados numa panóplia de noticiários escritos e falados até à exaustão, contribuem decisivamente para a construção de uma popularidade que influencia inevitavelmente as sondagens que forem feitas sobre essa figura, independentemente das qualidades ou propósitos interessantes de que for possuidor que justificasse a opção do voto do inquirido.

        Passos Coelho, há escasso tempo atrás, merecia a confiança e o apoio de 47.7%  dos auscultados para, hoje, ficarmos a saber que 10,4% já não acreditavam nele. A volatilidade das convicções populares...

        Há uma semana atrás televisões e jornais serviam em doses de "pague dez euros e coma até rebentar", o "incrível" acontecimento de um pároco deslocado, por determinação do seu superior a quem deve obediência, de uma aldeia onde exercia há alguns anos para outra. Uma multidão de "fiéis", presumivelmente apoiantes do pastor deslocado e, não duvido, muito católicos, apostólicos e romanos, manifestavam a sua reprovação pela decisão bispal de punhos fechados no ar, olhos esbugalhados e furibundos esgares, quiçá misturados de impropérios (não audíveis) e invasão de instalações a obrigar a intervenção policial que, não fosse a presença das forças da ordem, parecia termos regressado ao PREC (Plano Revolucionário em Curso) do pós 25 de Abril...

       Na último domingo, foram divulgadas imagens no interior da igreja onde se celebrava a MISSA, com os presentes a exibirem a boca fechada com adesivo de cor preta.

       Não duvido que TODOS os presentes se afirmam CATÓLICOS, APOSTÓLICOS, ROMANOS, PRATICANTES...


      Nós e as nossas "firmes" convicções.



       

PARA A ETERNIDADE.

      

         FERNANDO PINTO AGRA, casado, faleceu, ontem, no Centro Hospitalar do Alto Minho (CHAM), em Viana do Castelo, onde permanecia internado há alguns meses em consequência de grave doença do foro oncológico, tendo o seu óbito ocorrido no dia em que completava 59 anos de idade.

         O extinto era natural desta freguesia, tendo-se fixado na vizinha freguesia de Meixedo onde tinha família constituída, sendo irmão de António José e Francisco Agra.

         O seu corpo foi trasladado para a residência familiar, na Rua do Belelo nº 378, no lugar de Balteiro, onde ficará em câmara ardente até à realização do funeral previsto para as 17,30 horas de hoje, sábado, donde sairá para a Capela de Nossa Senhora da Conceição para a celebração  das exéquias religiosas, após o que irá a sepultar no cemitério local em jazigo da família.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

ESTAR CÁ, P'RÁS CURVAS...


 Ficam todos avisados...


                             SETENTA E QUATRO VELINHAS
                            
                             DÃO TRABALHO A APAGAR.

                             MAS NÃO QUERO  AJUDINHAS

                             PARA QUANDO ÀS CEM CHEGAR!


doLethes

quarta-feira, 28 de julho de 2010

DEFENSOR VAI ATACAR!

Defensor Moura avança hoje para a Presidência
          Defensor Moura, actual deputado pelo PS na Assembleia da República pelo Círculo Eleitoral de Viana do Castelo, cidade onde durante dezasseis anos exerceu o cargo de presidente da Câmara confirmou, hoje, o seu propósito de se candidatar ao cargo de presidente da república, sem o apoio do partido que representa.

         "A minha candidatura é contra Cavaco Silva", é a sua frase forte nas primeiras declarações públicas, antes de iniciar a recolha das 7 500 assinaturas necessárias para formalizar o processo.

         Rui Solheiro, actual lider da Comissão Distrital do PS e presidente da Câmara de Melgaço, inimigo de estimação do seu colega de partido e ex-autarca, agora candidato a par de Manuel Alegre e Fernando Nobre, comentando a entrada na corrida presidencial do médico vianense afirmou que, Defensor (a candidatura) " corre o risco de entrar para anedotário", 



         

E O BURRO SOU EU, É, É,!?

      
   
Não faço qualquer ideia por que é conhecido por burro o rectângulo de barro compacto de cor avermelhada que até há poucos anos era cozido nos fornos das cerâmicas de Lanheses. Tal como os simpatiquíssinos e prestáveis equídeos homónimos, a quem, aliás, já foi concedido o estatuto de espécie a proteger para se evitar a sua extinção, também aquele útil produto utilizado na construção indiferenciada e adorno atravessa uma fase de menor emprego e aplicação.


         No entanto, são ainda, felizmente muito abundantes entre nós exemplos da preferência que já teve no passado, podendo ser encontrado em colunas, arcos de entradas, muros, chaminés, lareiras  e fornos antigos, dadas as suas características ímpares de refracção e resistência térmica.


         O tijolo burro fabricado pela antiga cerâmica de Lanheses, dada a excelente contextura da matéria prima que se extraía do amplo subsolo em que assenta quase toda a freguesia, era de excelente qualidade e tinha muita procura. Actualmente, pode ser visto aplicado no edifício que foi a Casa do Povo, ao Largo Capitão Gaspar de Castro, na antiga Escola Primária, na serração de madeiras (que já foi lagar de azeite) no Lugar da Rocha (Salvaterra) e na que foi a última fábrica da transformação do barro em Lanheses, da propriedade do falecido José Martins Agra, para só referir os mais significativos e acessíveis ao público. Também, no Largo acima referido, as colunas que suportavam os tubos de delimitação entre o espaço de lazer e a via de circulação de trânsito, a norte, eram construídos em tijolo burro. Desgraçadamente, no projecto de requalificação a que o espaço foi sujeito há poucos anos, não lhe foi reconhecido interesse e acabaram abatidos.



        Atentas as qualidades, estéticas e funcionais, que as múltiplas aplicações dele permite extrair, não se entende muito bem a razão do seu quase apagamento como produto de qualidade. É caso para concluir, com o desabafo do Scolari, a propósito das críticas de que era alvo:

        -E o burro sou eu, é, é?

ESCADINHAS DA TRAVESSA.

      
   Um corrimão em ferro tornam as lindas ( e prestáveis) escadinhas de pedra da Travessa da Agra também mais seguras. Crianças e velhos, mas também utentes menos precavidos de qualquer idade, usufruem agora de maior segurança quando por ali passarem.

   Estão também concluídos, os passeios em paralelipípedos da Avenida Rio Lima. Mais acima, na Travessa da Agra, colocam-se as últimas peças de granito na calçada à antiga portuguesa no piso e, com isso, estarão concluídas as obras de requalificação que ali decorreram por iniciativa e encargo da Junta de Freguesia, presidida por Ezequiel Vale.

SÓ FALTA MESMO UMA PONTINHA.

 
Escassa distância entre as margens do regato da Silvareira, na foz do Lima.

   Há muito que a ecovia da margem direita do Lima, vinda lá das terras de Ponte da Barca, chegou a Fontão. Mas os inúmeros usuários que a utilizam para praticarem o seu desporto favorito ou para usufruírem da beleza da paisagem ou nela viverem alguns momentos de tranquilo repouso, têm que interromper na freguesia vizinha o percurso junto ao regato da Silvareira, que separa a nossa da freguesia de Fontão e passar a utilizar a estrada nacional 202.

        Desconhece-se qualquer plano que possa contemplar o prolongamento do circuito, seja do município de Ponde de Lima ou de Viana do Castelo, às quais as freguesias interessadas pertencem. Parece-nos, porém, que enquanto não houver uma solução definitiva para ligar a Lanheses o trajecto interrompido em Fontão, a construção de um pontão seria bastante para permitir a passagem a peões e ciclistas, com exclusão de quaisquer outros utilizadores.

        A concretização do que aqui se sugere é perfeitamente exequível por ser diminuta a distância entre as margem do regato e o seu baixo custo poderia ser suportado solidariamente pelas Juntas de Freguesia, cujo entendimento será fácil conciliar face à analogia dos interesses em causa.


      

terça-feira, 27 de julho de 2010

CAMINHADA - DIA MUNDIAL DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA






CAMINHADA
DIA MUNDIAL DA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA

Local: Darque
Data: 31 de Julho
Ponto de Encontro: Pousada da Juventude – V. Castelo (16h)
Ponto de Partida em Darque: Igreja (16h15)
Parceria: Vencer a Idade com Saúde - Turma de Darque






segunda-feira, 26 de julho de 2010

DIA DOS AVÓS.

        Estes, somos eu e a avó Fátima numa aguarela, única e exclusiva, do Luís Pedro (4 anos). Quem é capaz de criar assim só pode vir a ser um predestinado na arte de jogar futebol! À atenção de Nadir Afonso e Pinto da Costa...

        A seguir, está o da Catarina (6 anos). Privilegia a cor cálida típica do verão (não admira, hoje, o mercúrio subiu aos 39º...!!), e duvido que Paula Rego, se tivesse criado algo parecido quando tinha aquela idade, não obtivesse uma boa maquia por ele aos Joe Berardo que por aí farejam telas raras e as compram com a disponibilidade que o CR10 tem para coleccionar "carrinhos"...

E quem tem dois (ou três...) netos assim, tem tudo!
(Parabéns também para vós, avós de todo o mundo!)

domingo, 25 de julho de 2010

MOMENTO ALTO DAS FESTAS DO SENHOR DA NECESSIDADES.

          O momento alto das Festas em honra do Senhor do Cruzeiro e das Necessidades que cumprem hoje o último dia é, sem dúvida, o da sua majestoso procissão, que terminou há poucos minutos. Com efeito, esta manifestação constitui o ponto alto das festividades pela sua imponência e grandiosidade, pelo número de figurantes e coreografia adequada a diversas passagens bíblicas e, também, pela participação de inúmeros devotos e interessa a muitas centenas de fiéis.

          Ficam, aqui, algumas fotos que ilustram, melhor do que qualquer texto, alguns dos quadros que formaram os figurantes na manifestação.
        

quinta-feira, 22 de julho de 2010

PAREDES DE TAIPA.

   

        Falar-se, hoje, em paredes feitas de taipa não é compreendido senão por uma minoria de pessoas, porque os materiais e processos de construção de muros daquela forma há muito que caiu em desuso.

        A taipa era formada por uma massa de barro a que se juntavam outros inertes, como a areia e o godo, de que resultava uma pasta homogénea com a adição de água, a qual era introduzida entre taipais, ou coffrage, como também se designa, sendo compactado com pesados maços de madeira e solidificava por acção do sol e do vento, tornando-se muito resistente e impermeável.


        O recurso ao barro pode atribuir-se à abundância desta matéria prima na freguesia, em grande parte assente sobre um subsolo argiloso de cor avermelhada, de excelente qualidade para a cerâmica que foi, como é conhecido, uma das principais actividades de Lanheses até meados do século passado, sensivelmente. O seu baixo custo e a reduzida exigência de especialização na construção, justificam o recurso a este tipo de construções.


       São praticamente inexistentes entre nós construções do tipo aqui referido, podendo apenas encontrar-se vestígios em partes de muros e construções antigas dispersos, quase sempre em ruinas
e ou sem aproveitamento.

      Sem ter feito uma busca exaustiva colhi, para ilustração do texto, algumas fotografias exemplificativas daquela curiosa e peculiar forma de construção de que os nossos antepassados se serviram, no Lugar da Taboneira.

       

CEGONHAS: MUITOS FILHOS ENCHEM UM LAR!

          
 O sr. Lima, Dona Lala, e os filhotes, Farmacêutico, Analista e Bancária, uma família com tudo para ser feliz!

           
         Hoje, de manhã, o ninho de cegonhas brancas estava vazio (pela primeira vez, desde que nasceram as crias). Há já alguns dias que apenas a Bancária ali permanecia, enquanto o Farmacêutico (o primeiro a voar) e a Analista, que alguns dias depois o imitava, prosseguiam empenhados no treino de voo pelos céus do lugar. A benjamim do trio decidira-se (finalmente) e lá foi juntar-se aos irmãos a desenhar círculos e, de asas paradas, planar no baloiço do vento brando.

          Há pouco, pais e filhos, podiam ser vistos, simultâneamente, (coisa rara) muito tranquilos como uma verdadeira família, mal cabendo, os cinco "bicharocos", no (ainda assim) grande ninho que construíram o sr. Lima e D. Lala.

quarta-feira, 21 de julho de 2010

OBRA (QUASE) FEITA.

        
          Na Avenida Rio Lima e na Travessa da Agra, os trabalhos de requalificação que ali decorrem há algum tempo estão em vias de conclusão.

          Na via principal de acesso ao rio e ao Parque Verde, os paralelipípedos já se encontram colocados em toda a extensão urbana, criando passeios dos dois lados da Avenida e, o muro em pedra levantado na Travessa da Agra paralelamente à via principal, aguarda apenas arranjos de pormenor para poder ser dado por concluído.

         A cargo da Câmara Municipal decorreu, entretanto, na mesma Travessa, a instalação de um colector destinado à rede pública de saneamento básico, em substituição do já ali existente.

        

SÓ FALTA A FITA PARA CORTAR.

         
       A tira preta do asfalto e as marcações brancas a limitar a faixa de rodagem dão como certa a conclusão do novo acesso à parte norte do Parque Empresarial de Lanheses, ficando deste modo mais facilitado o transporte de peças de grande porte de e para a fábrica de rotores eólicos ENERCON, recentemente ali instalada.

          Também a rotunda da estrada 305 da entrada principal do Parque viu aumentada a largura da sua faixa de rodagem e apresenta um ar de maior desafogo, com benefícios para a segurança da circulação automóvel. O troço de estrada antiga, entre a rotunda e a via agora criada, não foi objecto de qualquer intervenção pelo que se mantêm as curvas que requerem a melhor atenção por parte de quem por ali circula.

         

terça-feira, 20 de julho de 2010

DIA INTERNACIONAL DA AMIZADE.

http://www.frasespoesias.com/wp-content/uploads/2009/03/milla10.gif          Amigo


Mal nos conhecemos
Inaugurámos a palavra «amigo».

«Amigo» é um sorriso
De boca em boca,
Um olhar bem limpo,
Uma casa, mesmo modesta, que se oferece,
Um coração pronto a pulsar
Na nossa mão!

«Amigo» (recordam-se, vocês aí,
Escrupulosos detritos?)
«Amigo» é o contrário de inimigo!

«Amigo» é o erro corrigido,
Não o erro perseguido, explorado,
É a verdade partilhada, praticada.

«Amigo» é a solidão derrotada!

«Amigo» é uma grande tarefa,
Um trabalho sem fim,
Um espaço útil, um tempo fértil,
«Amigo» vai ser, é já uma grande festa!

Alexandre O'Neill, in 'No Reino da Dinamarca'

PARA A ETERNIDADE.

      
   ROSENDO RODRIGUES DE SOUSA DO VALE, viúvo, de 87 anos, faleceu ontem vítima de doença.

          O seu corpo encontra-se em câmara ardente na Capela Mortuária da Senhora da Esperança, em Lanheses, até à hora do funeral que se realizará amanhã, quarta-feira, pelas 10h30 minutos, para o cemitério paroquial da freguesia após celebração de exéquias religiosas, na Igreja local.

         

          

DIA INTERNACIONAL DA AMIZADE.

Camilo 
Castelo Branco Os Amigos!


Amigos, cento e dez, ou talvez mais,
Eu já contei. Vaidades que eu sentia:
Supus que sobre a terra não havia
Mais ditoso mortal entre os mortais!

Amigos, cento e dez! Tão serviçais,
Tão zelosos das leis da cortesia
Que, já farto de os ver, me escapulia
Às suas curvaturas vertebrais.

Um dia adoeci profundamente. Ceguei.
Dos cento e dez houve um somente
Que não desfez os laços quasi rotos.

Que vamos nós (diziam) lá fazer?
Se ele está cego não nos pode ver.
- Que cento e nove impávidos marotos!

[Camilo Castelo Branco]



sábado, 17 de julho de 2010

A FESTA ESTÁ NO LARGO!

         
A festa está já a decorrer no Largo da Feira (Capitão Gaspar de Castro-Benemérito), o Centro Cívico da freguesia, onde foram instalados coloridas barraquinhas e standes para exposição e venda de variados produtos da lavoura tradicional local e divulgação cultural e desportiva.


          Estão representados o União Desportiva de Lanheses, a Associação Humanitária e Cultural de Lanheses e Associação PROIDA XXI, para informação e divulgação das respectivas actividades.

          Há ainda bancas onde podem ser adquiridos livros, esculturas talhadas em granito, panos com as típicas quadras populares bordadas, produtos agrícolas, peças de artesanato, vinho, mel, rissóis, presunto e chouriços e muitos outros artigos típicos da região.

          Neste momento cumprem-se as actividades desportivas previstas no programa "Jornadas de Juventude, Cultura e Desporto", as quais estão a ser muito participadas.


          Para a noite, o feirão continuará e, como animação musical, haverá exibição de tocadores de concertina, cantares populares e ao desafio e baile.

          Para degustar, os visitantes poderão escolher entre petiscos variados, pregos e outras entradas de fabrico caseiro, terminando os acepipes com o tradicional caldo verde.


          É impossível não ter motivação para sair de casa e vir confraternizar com os amigos, face aos aliciantes incentivos referidos atrás. Para além de tudo, que já não é pouco, estará uma linda noite e não há futebol na TV.

          Por que espera? Venha daí, vá.
...e se vier já, terá direito a um brinde extra: poder observar
no cimo da chaminé do Edifício Santa Eulália, o trio de cegonhas
brancas nascidas ali este ano, Farmacêutico, Analista e Bancária.