sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

ACREDITAR, É PRECISO!


Em Sidney, Austrália, já é 2011.


Pedra Filosofal

Eles não sabem que o sonho
e' uma constante da vida
tão concreta e definida
como outra coisa qualquer,
como esta pedra cinzenta
em que me sento e descanso,
como este ribeiro manso
em serenos sobressaltos,
como estes pinheiros altos
que em verde e oiro se agitam,
como estas aves que gritam
em bebedeiras de azul.

Eles não sabem que o sonho
e' vinho, e' espuma, e' fermento,
bichinho a'lacre e sedento,
de focinho pontiagudo,
que fossa através de tudo
num perpétuo movimento.

Eles não sabem que o sonho
e' tela, e' cor, e' pincel,
base, fuste, capitel,
arco em ogiva, vitral,
pina'culo de catedral,
contraponto, sinfonia,
mascara grega, magia,
que e' retorta de alquimista,
mapa do mundo distante,
rosa-dos-ventos, Infante,
caravela quinhentista,
que e' Cabo da Boa Esperanca,
ouro, canela, marfim,
florete de espadachim,
bastidor, passo de danca,
Colombina e Arlequim,
passarola voadora,
para-raios, locomotiva,
barco de proa festiva,
alto-forno, geradora,
cisão do atomo, radar,
ultra-som, televisao,
desembarque em foguetão
na superficie lunar.

Eles não sabem, nem sonham,
que o sonho comanda a vida.
Que sempre que um homem sonha
o mundo pula e avança
como bola colorida
entre as mãos duma criança.
de ANTÓNIO GEDEÃO.
                                                     DO AUTOR DO BLOGUE

                      MUITA SAÚDE PARA TODOS SÃO OS VOTOS QUE FORMULO PARA 2011;
                      QUANTO AO RESTO, DEPENDE DE CADA UM. FAÇAM TUDO PARA
                      SER FELIZES. PORQUE MERECEM!

Simbolicamente, recordo o que considero ter sido o acontecimento mais feliz que ocorreu no ano de 2010, nesta freguesia: a nidificação das cegonhas-brancas na chaminé da antiga Casa do Povo, na Rua de Santa Eulália, facto que nunca antes havia sucedido.

Na sequência de fotos, a seguir, de baixo para cima, pode-se recordar os principais momentos vividos pela família do sr. Lima e D. Lala: a escolha do local para a edificação da casa (ninho), a construção e, por último, os filhotes: Farmacêutico, Bancária e Analista.





                   

PARA A ETERNIDADE.

        
              MARIA DE LOURDES RODRIGUES FERREIRA, de 70 anos de idade, solteira, com domicílio na Rua da Estrada da Igreja, à Corredoura faleceu, no passado dia 29 do corrente mês, vítima de assassinato.

          O seu funeral está marcado para as 15 horas do dia de hoje, sexta-feira, saindo o cortejo fúnebre a Igreja Paroquial onde será celebrada uma missa de corpo presente, para o cemitério paroquial.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

CRIME HORROROSO.

          Esta pacífica localidade ficou ontem à noite em estado de verdadeiro assombro com o conhecimento de um crime horrendo perpetrado numa anciã de cerca de 70 anos, conhecida no meio por "Maria do Lucas", mas cujo nome é MARIA DE LOURDES RODRIGUES FERREIRA.

          Esta senhora, que vivia sozinha na sua modesta residência na Rua Estrada da Igreja, à Corredoura foi, ontem, cerca das 22h30, encontrada sem vida por uma vizinha, com evidentes sinais de ter sido violentamente agredida e, presumidamente, violada.

          Ao local foram chamadas de imediato os meios de socorro habituais que, todavia, já nada puderam fazer para além da recolha dos restos mortais da idosa para o cumprimento das normas legais aplicáveis aos crimes desta natureza.

          A fazer fé nas descrições e comentários que por todo o lado se ouvem entre a população atónita, o(s) autor(es) deste crime de verdadeiro horror estará(ão) praticamente identificado(s), dado que a Guarda Nacional Republicana local, que tomou conta da ocorrência, estará na posse de dados seguros para agir em conformidade.
 NA casa onde ocorreu a crime, recentemente restaurada em acto de solidariedade da
vizinhança,  eram ainda visíveis esta manhã, os sinais da sua solitária ocupante.

            Durante toda a manhã de hoje, uma brigada da polícia judiciária procedeu à inspecção minuciosa no interior e na área adjacente da habitação, para recolher indícios que possam ter deixado no local o(s) autor(es) deste hediondo crime podendo estar já da posse de dados relevantes que conduzam à descoberta, a breve prazo, do(s) criminoso(s).

            Pessoas que conheciam de perto a "Quinhas do Lucas", como também era tratada pela vizinhança, falam de anteriores roubos e agressões de que teria sido vítima e o autor deles, mantendo contudo uma certa reserva na revelação do seu nome com receio de represálias.

            Uma versão que considerámos bastante credível de como terá ocorrido o presumível homicídio, a vítima, já no leito e no início do sono, terá sido atraída à porta onde alguém batia e, ao abri-la, terá sido atingida com uma paulada na cabeça que a prostrou no chão. Ao contrário do que chegou a circular parece não ter havido violação e o objecto do assalto terá sido o roubo da pensão que há dias recebera. Um vulto terá sido, também, avistado a sair do local à hora em que terá ocorrido o assalto, cozido ao muro de uma casa vizinha e acedendo à estrada.

             Notícias colhidas online dão conta de que foi detido um suspeito de ser o autor do acto que provocou a morte desta idosa, tendo sido levado perante um Juiz da Comarca de Viana do Castelo, desconhecendo que medidas foram tomadas em relação ao agressor. De acordo com aquela informação o indivíduo detido é o mesmo que em Setembro último esfaqueou junto a uma caixa do multibanco do Largo Capitão Gaspar de Castro um outro habitante desta freguesia, ferindo-o, ainda que sem gravidade. O presumível assassino, que tem cerca de 41 anos de idade e um passado de delitos e de coacção intimidatória sobre a população local, estava há muito referenciado pela GNR, designadamente por agressões e roubo à vítima que hoje sofreu a morte.

              O "Correio de Manhã", na sua edição em papel, publicava a seguinte capa:
Correio da Manhã 
                 (Clicar no texto para ampliar)

Paulo, "o cigano", algemado, entre dois polícias da Judiciária.

               No interior (pág. 12) o jornal faz uma descrição da forma como o crime terá sido praticado, recolhe declarações de vizinhos e amigos da "Quinhas do Lucas" e informa que ao detido foi decretada pelo juiz do Tribunal de Viana do Castelo a prisão preventiva.
 O Jornal de Notícias (JN), também noticia o acontecimento na página 11. (Clicar para ampliar)
NOTA FINAL.
DIZ RUI PEREIRA, MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA:


"COM UMA HISTÓRIA FEITA DE ACTOS DE HEROÍSMO, OS PORTUGUESES DEVEM REFORÇAR OS SEUS LAÇOS DE COESÃO E SOLIDARIEDADE"




quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

NÃO INTERESSA FALAR DA REGIONALIZAÇÃO?


José Manuel Coelho é o novo candidato à Presidência
   José Manuel Coelho, é deputado na Assembleia Regional de Madeira
e candidato às eleições para a Presidência da República, como acaba de
ser confirmado pelo Tribunal Constitucional.

          Ontem à noite calhou ver, pela primeira vez, um debate inteiro dos que estiveram programados para a campanha das eleições para a Presidência da República, as quais irão realizar-se a 23 de Janeiro de 2011.

           Estiveram frente a frente Francisco Lopes, que concorre pelo Partido Comunista Português e Defensor Moura, o qual, embora militante do Partido Socialista, que representa como deputado na Assembleia da República eleito pelo Círculo de Viana do Castelo, o faz na qualidade de independente.

           Se ambos optaram por abordar os assuntos da actualidade mais correntes desta campanha, recalcando as opiniões já expandidas noutros debates, segundo aquilo que, em resumo, é dado a conhecer aos cidadãos em geral nos noticiários e aparece nos comentários dos jornais, o ex-autarca da Câmara Municipal de Viana do Castelo aludiu, creio que pela primeira vez nestes encontros (embora o tenha feito com algum destaque em locais de menor projecção nacional), ao tema da criação da regiões o qual tem passado ao lado dos demais candidatos, do que se poderá extrair não terem eles qualquer intenção de o discutir e, muitos menos, apoiá-la.

           Sendo expectável que o dr. Defensor Moura não vença as eleições e, no caso de vir a ser eleito, mantivesse o propósito de estimular com a sua influência o debate sobre a regionalização, ao ser qualquer um dos demais pretendentes a ocupar o Palácio de Belém, não restam quaisquer dúvidas que o tema vai mesmo parar à gaveta dos assuntos que, à classe política, não interessa discutir.

           É caso para pensar por que razão há tão pouca vontade em chamar o assunto da reestruturação administrativa do nosso País à ribalta. cujo debate terá que ser feito seja quando, ou com quem, tiver que se efectuar.

        

           

           

         

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

"OU HÁ REGIÕES, OU TIRA-SE A REGIONALIZAÇÃO DA CONSTITUIÇÃO", DIZ MOURA.


                     "Defensor Moura, deputado socialista, ex-presidente da Câmara de Viana do Castelo, candidata-se à Presidência da República. Sem o apoio do PS, diz que concorre com os pés assentes no chão. Defende regionalização e um combate sério e sistemático contra a corrupção e o clientelismo.
    P - A sua sede de candidatura é um espaço que serviu também de apoio à candidatura de Humberto Delgado.
    R - É verdade. Ter uma história também é muito importante na política. O meu pai foi o representante de Humberto Delgado nas eleições de 1958. Esta casa era um estabelecimento comercial onde funcionou a sede de Humberto Delgado, onde se distribuíam os panfletos e era feita toda a actividade de informação sobre Humberto Delgado. Tenho uma grande adoração por Humberto Delgado e durante esta minha campanha eleitoral fiz uma visita a Villanueva del Fresno, onde ele foi assassinado.


    P - Sendo esta a única sede nacional de candidatura às eleições presidenciais, isso leva-nos à regionalização, uma das suas propostas. Diz que quer fazer aquilo que Cavaco Silva não fez. O que é certo é que ficou sempre com o estigma de ter obstaculizado a criação da região do Minho, de ser mais próximo do Porto que de Braga.
     

    R - Não tive qualquer influência na proposta de criação da região Minho, da re-gião Trás-os-Montes, da região Entre -Douro-e-Minho ou da região Norte. Não era dos órgãos nacionais do Partido Socialista. Eu apenas tenho a opinião de que fraccionar mais a região Norte se pode fazer a qualquer momento. Entendo que a regionalização desse ser paulatina e deve começar por usar as estruturas instaladas. Temos as regiões plano que têm a comissão de coordenação e estruturas montadas que facilitam um início paulatino da regionalização. É só preciso reciclar, re-informar, reautorizar os funcionários e dar-lhes legitimidade democrática e autonomia. Quer dizer: temos de eleger os representantes da região Norte para tutelarem a equipa administrativa que está instalada na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional, nas direções regionais e distritais de vários serviços. É preciso pôr essa máquina a funcionar com autonomia em relação ao po- der central. E também com legitimidade democrática. Foi isso que sempre defendi. Estamos sempre a tempo de, daqui a 10 ou 20 anos, criar a região do Minho ou a de Trás-os-Montes.

    P - Essa sua opinião não foi o corolário de uma discussão que se fez no país e que levou a que a regionalização, com o referendo, ficasse com má imagem?
    R - Eu penso que se quis fraccionar de mais. Os centralistas continuam a existir dentro do PS, do PSD, do CDS/PP ou do PCP, os que acham que o país pode ser bem governado com o centralismo quando nós sabemos que é o centralismo que asfixia a criatividade das regiões, que inibe o dinamismo dos agentes económicos, culturais e sociais, que faz com que persista este nosso atraso. Todos sabemos que os países mais desenvolvidos são regionalizados. Tem de haver um patamar intermédio entre as autarquias e o poder central para que possa haver uma gestão correcta dos dinheiros públicos.

    P - Qual é o poder que o Presidente da República (PR) tem para mudar o curso das coisas?
    R - Neste caso concreto, o PR tem um poder muito grande: a criação das regiões administrativas está inscrita na Constituição.

    P - O PR deve obrigar os governos a fazer a regionalização?
    R - Nós, neste momento, vivemos numa inconstitucionalidade por omissão. O Governo e a Assembleia da República têm de tomar a decisão de uma vez para sempre, para não continuarmos nesta inconstitucionalidade. Ou há regiões, ou tira-se a regionalização da Constituição. Não se pode é estar ‘ad aeturm’ a viver com uma coisa importante escrita na Constituição e ninguém ligar nada. Eu acuso Cavaco Silva de cometer uma inconstitucionalidade por omissão. Não deu nenhum passo para concretizar um dos objectivos da Constituição.

    P - Caso seja eleito, de que forma vai fazer cumprir esse objectivo?
    R - Vou fazer todas as diligências necessárias para que seja feita a reforma administrativa do país que tem como cabeça de cartaz a regionalização. Isso farei através dos meios disponíveis ao PR, mas também pelo exemplo e pela persuasão pública junto da Assembleia da República e do Governo.

    P - Terá de ser sempre uma decisão da Assembleia da República e nunca voltar outra vez ao referendo?
    R - Depois de ser fazer um referendo, faz parte da ética democrática voltar a fazer um referendo. Neste momento já há um consenso alargado em relação à dimensão geográfica das regiões e à necessidade da regionalização. Nós temos motivos de comparação fácil com a Galiza. Os distritos com fronteiras com as regiões espanholas têm uma experiência muito favorável da regionalização.

    P - Entende que muito do atraso que se vive hoje em Portugal se deve à falta das regiões?
    R - Não tenho a mínima dúvida. Eu fui presidente de Câmara de uma município de alguma dimensão e fui dirigente de um hospital distrital. Sei bem o que é gerir os meios instalados estando sempre dependente de pequenas autorizações do poder central, que muitas vezes são decisões tomadas por pessoas que desconhecem os condicionalismos locais.

    Programa eleitoral do Presidente é a Constituição

    P - Entende que o princípio da simultaneidade da criação das regiões é um obstáculo à regionalização.
    R - Penso que deve haver um referendo nacional e, nas áreas regionais onde a população disser sim, a regionalização deve avançar. Sou contra a proposta do PSD de criar uma região-piloto. Isso era mais uma manifestação de centralismo e de autoritarismo da administração central.

    P - A regionalização não trará mais custos para o país?
    R - Evidentemente que não. Custos é ter a máquina instalada, ter os milhares de funcionários que fazem as comissões regionais, as administrações regionais e distritais - já nem falo dos governos civis - que são improdutivos porque dependentes sempre de uma decisão da administração central.

    P - Já atribuiu culpas ao actual PR por a regionalização não ter a avançada, mas a decisão tem de partir dos partidos, inclusive do seu, o PS...
    R - Mas o PR é o português que tem maior legitimidade política porque é eleito individualmente por voto directo e é quem tem maior capacidade de fazer magistratura de influência. Magistratura que deve ser também ética e cívica. Esse exemplo do PR é fundamental para condicionar os partidos políticos."

    ..........................................................................................................(in Correio do Minho, extracto)

    quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

    NATAIS IGUAIS.

    Desejo a todos um SANTO NATAL
                 



    DIA de NATAL
    Hoje é dia de ser bom.
    É dia de passar a mão pelo rosto das crianças,
    de falar e de ouvir com mavioso tom,
    de abraçar toda a gente e de oferecer lembranças.
    É dia de pensar nos outros, coitadinhos, nos que padecem,
    de lhes darmos coragem para poderem continuar a aceitar a sua miséria,
    de perdoar aos nossos inimigos, mesmo aos que não merecem,
    de meditar sobre a nossa existência, tão efémera e tão séria.
    Comove tanta fraternidade universal.
    É só abrir o rádio e logo um coro de anjos,
    como se de anjos fosse,
    numa toada doce,
    de violas e banjos,
    Entoa gravemente um hino ao Criador.
    E mal se extinguem os clamores plangentes,
    a voz do locutor
    anuncia o melhor dos detergentes.
    De novo a melopeia inunda a Terra e o Céu
    e as vozes crescem num fervor patético.
    (Vossa Excelência verificou a hora exacta em que o Menino Jesus nasceu?
    Não seja estúpido! Compre imediatamente um relógio de pulso antimagnético.)
    Torna-se difícil caminhar nas preciosas ruas.
    Toda a gente se acotovela, se multiplica em gestos, esfuziante.
    Todos participam nas alegrias dos outros como se fossem suas
    e fazem adeuses enluvados aos bons amigos que passam mais distante.
    Nas lojas, na luxúria das montras e dos escaparates,
    com subtis requintes de bom gosto e de engenhosa dinâmica,
    cintilam, sob o intenso fluxo de milhares de quilovates,
    as belas coisas inúteis de plástico, de metal, de vidro e de cerâmica.
    Os olhos acorrem, num alvoroço liquefeito,
    ao chamamento voluptuoso dos brilhos e das cores.
    É como se tudo aquilo nos dissesse directamente respeito,
    como se o Céu olhasse para nós e nos cobrisse de bênçãos e favores.
    A Oratória de Bach embruxa a atmosfera do arruamento.
    Adivinha-se uma roupagem diáfana a desembrulhar-se no ar.
    E a gente, mesmo sem querer, entra no estabelecimento
    e compra. louvado seja o Senhor!. o que nunca tinha pensado comprar.
    Mas a maior felicidade é a da gente pequena.
    Naquela véspera santa
    a sua comoção é tanta, tanta, tanta,
    que nem dorme serena.
    Cada menino
    abre um olhinho
    na noite incerta
    para ver se a aurora
    já está desperta.
    De manhãzinha,
    salta da cama,
    corre à cozinha
    mesmo em pijama.
    Ah!!!!!!!!!!
    Na branda macieza
    da matutina luz
    aguarda-o a surpresa
    do Menino Jesus.
    Jesus
    o doce Jesus,
    o mesmo que nasceu na manjedoura,
    veio pôr no sapatinho
    do Pedrinho
    uma metralhadora.
    Que alegria
    reinou naquela casa em todo o santo dia!
    O Pedrinho, estrategicamente escondido atrás das portas,
    fuzilava tudo com devastadoras rajadas
    e obrigava as criadas
    a caírem no chão como se fossem mortas:
    Tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá-tá.
    Já está!
    E fazia-as erguer para de novo matá-las.
    E até mesmo a mamã e o sisudo papá
    fingiam
    que caíam
    crivados de balas.
    Dia de Confraternização Universal,
    Dia de Amor, de Paz, de Felicidade,
    de Sonhos e Venturas.
    É dia de Natal.
    Paz na Terra aos Homens de Boa Vontade.
    Glória a Deus nas Alturas.

    António Gedeão
    Poeta, professor e historiador da ciência portuguesa.
    1906 – 1997
    Portugal

    quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

    PARA A ETERNIDADE.

    File:Essen Kreuzgang 3 Kruzifix.jpg 

                                      JOÃO CALDAS DA COSTA QUINTAS, casado, de 53 anos de idade, natural e residente que foi nesta freguesia no lugar do do Romão faleceu, esta manhã, no CHAM, onde se encontrava internado há cerca de um mês.

                                       O funeral deste nosso conterrâneo e amigo vai realizar-se hoje, quinta-feira, pelas 16 horas, saindo o féretro em cortejo fúnebre da Capela de Nossa Senhora da Esperança onde se encontra em câmara ardente, para a Igreja Paroquial onde será celebrada uma missa de corpo presente, finda a qual o séquito seguirá para o cemitério local para dar sepultura ao corpo em campa de família.

    ANTECIPAÇÃO DA FEIRA QUINZENAL.

            
         
                       Por motivo do dia da realização da feira quinzenal que, normalmente, decorre nesta freguesia ao sábado, coincidir esta ano com o DIA DE NATAL, a Junta de Freguesia anunciou a sua antecipação para o dia anterior, sexta-feira dia 24, no local habitual.

    segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

    O PAI NATAL VAI ESTAR NO LARGO DA FEIRA.

              
               NO PRÓXIMO Sexta-feira, dia 24, a partir das 10 horas, o PAI NATAL vai estar no centro cívico de LANHESES, o Largo Capitão Gaspar de Castro (Largo da Feira), numa iniciativa inédita do comércio local.

               Aquela carismática figura da quadra natalícia terá como objectivo proporcionar às crianças alguns momentos de alegria e divertimento, disponibilizando-se para colaborar nas brincadeiras e jogos infantis ao mesmo tempo que fará a distribuição de guloseimas e brindes aos mais pequeninos, momentos que os seus acompanhantes poderão registar fotograficamente, para mais tarde recordar.

    domingo, 19 de dezembro de 2010

    O FUTEBOL DA NOSSA TERRA.

           A equipa do UDL, de hoje.

       CAMPEONATO DA DIVISÃO DE HONRA DA AFVC

              Estádio 15 de Agosto, às 15 horas, hoje.

              U D LANHESES, 0 - PONTE DA BARCA, 0 /Resultado final)

    Terá ficado por assinalar um penalti contra o Barca, perto do fim da partida.

              Mais próximo da forma, mais perto da vitória.

              Defrontar o actual lider da prova de olhos nos olhos e estar perto de alcançar a vitória é o que se pode dizer da equipa de Domingos Morais. Batendo-se de igual para igual, os locais lograram uma exibição muito agradável, principalmente na segunda parte durante a qual foram, em alguns momentos, superiores ao seu valoroso adversário.
    Controle de bola de um atleta do UDL.

             Continuando, ainda, impossibilitado de utilizar elementos importantes do seu plantel, os locais têm vindo a melhorar a sua produção individual e colectiva, mostrando nítida subida de forma e nível de confiança.

             Foi um bom jogo, com as duas equipas viradas para o ataque, em velocidade e intensidade ofensiva, criando os dois ataques oportunidades para chegarem ao golo, algumas delas negadas pelas excelentes intervenções dos guarda-redes de cada uma.
    À espera do centro, na área do Barca.

             Pena não ter tido um árbitro mais personalizado que limitasse o recurso aos cartões para impor a sua autoridade.
     Apanhado na rede vê a bola fugir.



    O UDL este muitas vezes perto do golo, mas o guarda-redes esteve bem.



       

                                  RESULTADOS GERAIS E CLASSIFICAÇÃO

                 
    JORNADA 122010-12-19
    Visitado
    Visitante
    Monção 1-0 AncorenseSugerir Video
    Cerveira 2-0 Artur RegoSugerir Video
    SC Courense 2-1 CorrelhãSugerir Video
    Távora 1-1 GD Moreira do LimaSugerir Video
    UD Lanheses 0-0 Ponte da BarcaSugerir Video
    Castelense 0-1 AD ChaféSugerir Video
    Neves FC 6-1 AD CamposSugerir Video


































    Pos.EquipaPJVEDGMGS

    1Ponte da Barca3012930186
    2Cerveira30121002266
    3Neves FC23127232513Subiu 1 posições
    4Correlhã20126242115Desceu 1 posições
    5Castelense19125431613
    6Monção16124441514Subiu 1 posições
    7Artur Rego16124441115Desceu 1 posições
    8SC Courense15124351615Subiu 3 posições
    9UD Lanheses14124261014Desceu 1 posições
    10GD Moreira do Lima13124171016
    11Ancorense1312345714Desceu 2 posições Jogos
    12Távora11122551116Jogos
    13AD Campos812228618Jogos
    14AD Chafé5121291330Jogo
                       

    JORNADA 132011-01-02
    Visitado
    Visitante
    Ancorense 02/01 Cerveira
    Artur Rego 02/01 SC Courense
    Correlhã 02/01 Távora
    GD Moreira do Lima 02/01 UD Lanheses
    Ponte da Barca 02/01 Castelense
    AD Chafé 02/01 Neves FC
    AD Campos 02/01 Monção
     
     A excelente equipa de Ponte da Barca que comanda a classificação da prova.

    PÉMIO DOLETHES

    “O MELHOR DO JOGO”
    Udl – Ponte da Barca: 2010.12.20

           1º - DANI …………………………………………..7 pontos
    2ºs.LUÍS, JORGINHO E P. FERNANDES . 6    
    3ºs.ABÍLIO e FILIPE …………………………..  5    
    4º - LEO …………………………………………..   3     
    5ºS.PEDRO LEITE e VASCO ………………… 2     
    6º - VÍCTOR ……………………………………..   1     

    CLASSIFICAÇÃO GERAL

    1º nº 17 LUÍS …………………………………    33 PONTOS
    2º Nº 21 NANI ………………………………..  28    
    3º Nº   7 JORGINHO ……………………….   25    
    4º Nº 20 PEDRO FERNANDES ………….    20    
    5º nº    2 EDGAR …………………………….. 17     
    6º Nº 19 JOHNNY …………………………… 17     
    7º nº   1 LINO …………………………………  12      
    8º Nº  9 FILIPE ……………………………..    11     
    9º nº   4 ABÍLIO ………………………………    8      
    10º Nº 11VÍCTOR ……………………………..   7      
    11º nº   6 BRUNO ……………………………..   6      
    12º Nº  8 PEDRO LEITE ……………………..   5      
    13º nº 13 CROAS ………………………………   3      
    14º Nº 14 VASCO ……………………………..   2      
    15ºsnºs -  CASACA, NUNINHO E ANDRÉ  1      
                                                    

                                              CAMPEONATO NACIONAL
                    
    ORNADA 142010-12-19
    Visitado
    Visitante
    V. Setúbal 20/12 Sportingh2h
    Marítimo 1-1 PortimonenseSugerir Video
    Sp. Braga 5-0 AcadémicaVideos
    P. Ferreira 0-3 FC PortoVideos
    Naval 0-3 U. LeiriaSugerir Video
    Beira-Mar 3-2 V. GuimarãesVideos
    Olhanense 0-0 NacionalVideos
    Benfica 5-2 Rio AveVideos









    Pos.EquipaPJVEDGMGS

    1FC Porto38141220325
    2Benfica301410042714
    3U. Leiria24147341714Subiu 2 posições
    4Sporting22136431713Desceu 1 posições
    5V. Guimarães22146441917Desceu 1 posições
    6Nacional21146351415
    7Sp. Braga20146262519Subiu 1 posições
    8Beira-Mar19144731718Subiu 1 posições
    9Académica18145362025Desceu 2 posições
    10Marítimo16143741310
    11Olhanense16143741113
    12P. Ferreira15143651218
    13Rio Ave14143561520
    14V. Setúbal1313346814
    15Portimonense9142391325
    16Naval5141211727Jogos
                                    
    JORNADA 152011-01-09
    Visitado
    Visitante
    Rio Ave 09/01 Olhanense
    Nacional 09/01 Beira-Mar
    V. Guimarães 09/01 Naval
    U. Leiria 09/01 Benfica
    Académica 09/01 P. Ferreira
    FC Porto 09/01 Marítimo
    Portimonense 09/01 V. Setúbal
    Sporting 09/01 Sp. Braga